Satélite flagra redução notável em poluição na China após coronavírus

Imagem captada pela Nasa revela o fato

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 04/03/2020 13h35
Poluição reduz com coronavírus
A A A

Nasa registrou uma redução significativa na poluição atmosférica da China. A imagem captada por um satélite revela uma diminuição nas concentrações de dióxido de nitrogênio (NO2), um dos principais poluentes do ar, após a quarentena imposta pelo governo a diversas cidades por conta da epidemia de Covid-19.


A primeira região a registrar uma queda no nível de NO2 foi Wuhan, epicentro da doença. Os mapas abaixo mostram, na esquerda, a concentração da substância entre os dias 1 e 20 de janeiro, antes da imposição da quarentena. Já do lado direito, apontam a incidência do poluente entre os dias 10 e 25 de fevereiro.

 

Reprodução

“Há evidências de que a mudança está pelo menos parcialmente relacionada à desaceleração econômica após o surto de coronavírus”, afirmou o Observatório da Terra da Nasa. O que faz sentido, já que autoridades chinesas tomaram medidas drásticas para conter a doença. Além de restringir o deslocamento da população, diversas fábricas foram temporariamente fechadas no país.

A queda também coincidiu com as férias do Ano Novo Lunar, porém, as concentrações de NO2 no leste e no centro da China foram de 10 a 30% menores do que o observado no período normalmente. Além disso, não houve recuperação dos níveis após o feriado.

Um outro estudo feito em fevereiro indica que as emissões de carbono no país diminuíram em pelo menos 100 milhões de toneladas. Esse número representa cerca de 6% das emissões globais durante o mesmo período do ano passado.

Via: Yahoo


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Nasa China poluiçao coronavirus
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você