vacina

Teste de vacina contra Covid-19 tem sucesso nos EUA, anuncia farmacêutica

Renato Santino 18/05/2020 14h20
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Moderna anunciou que sua vacina contra o coronavírus se mostrou segura e gerou os anticorpos necessários na primeira fase de testes em humanos

A Moderna, empresa farmacêutica dos Estados Unidos, anunciou nesta segunda-feira (18) resultados preliminares positivos com a primeira fase de testes de uma vacina contra a Covid-19. Segundo a companhia, a vacina se mostrou segura em humanos e conseguiu gerar anticorpos similares aos de pacientes que se curaram da doença.


Durante essa primeira etapa de experimentação, a vacina foi aplicada em um número pequeno de voluntários. Foram 45 participantes saudáveis, divididos entre três grupos. Mais do que atestar sua eficácia, os pesquisadores buscavam entender a dosagem correta para evitar efeitos adversos. Os voluntários receberam duas doses para atestar sua segurança.

De acordo com a Moderna, apenas três pacientes apresentaram sintomas sistêmicos um pouco mais graves, classificados de “nível 3”, incluindo fadiga, febre leve, dores musculares ou dores de cabeça. Em todos esses casos, os efeitos se dissiparam dentro de um dia. Todos eles haviam recebido a dosagem mais alta da vacina, de 250 microgramas, que não deve ser mais utilizada daqui por diante. Os efeitos também só se manifestaram após a segunda aplicação.

Os demais voluntários, que receberam doses variando entre 25 microgramas e 100 microgramas, não apresentaram sintomas mais sérios. O único caso “nível 3” nesse patamar de aplicação da vacina foi de um participante que desenvolveu eritema (vermelhidão na pele) na região da injeção.

Sobre a eficácia, todos os participantes desenvolveram anticorpos duas semanas após a primeira aplicação. Entre os que receberam a dose de 25 microgramas, os níveis de anticorpos eram similares às amostras de pacientes que se curaram da Covid-19 no dia 43, 15 dias após a segunda dose. Já entre os que receberam a dosagem mais alta, de 100 microgramas, os níveis de anticorpos excediam os de pacientes que se recuperaram da doença no dia 43.

Com resultados positivos, os pesquisadores agora vão avançar para a segunda etapa dos testes em breve. Nesta fase, a vacina será aplicada em 600 voluntários saudáveis, e os pesquisadores esperam obter resultados mais aprofundados sobre a segurança, a reatogenicidade e imunogenicidade, já com um grupo de controle que receberá um placebo.

Em caso de mais resultados positivos, os cientistas poderão avançar à fase final, realizado com uma amostragem estatisticamente relevante, que atestará de forma conclusiva se a vacina é ou não eficaz. A previsão da Moderna é que essa etapa final de testes deve acontecer a partir de julho.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



vacinação vacina coronavirus covid19
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você