WhatsApp dá dicas de como evitar fake news sobre o coronavírus

Cinco passos simples podem ajudar a conter a disseminação de correntes e boatos

Rafael Rigues, editado por Fabiana Rolfini 25/03/2020 13h11
WhatsApp
A A A

Com o aumento da pandemia de Covid-19, cresce a quantidade de informações sobre o coronavírus com as quais somos bombardeados diariamente. E, infelizmente, muitas delas são boatos, as “fake news”, que podem causar confusão, prejuízo e até mesmo impedir que as pessoas consigam a ajuda de que necessitam.


O WhatsApp elaborou um guia rápido para identificar estas informações. São cinco dicas simples, que todos podem seguir, e muitas funcionam em qualquer plataforma. Confira:

1) Verifique se a mensagem foi encaminhada: você pode verificar se uma mensagem foi escrita especialmente para você ou se foi encaminhada de outra conversa usando o indicador de "mensagens encaminhadas", um rótulo em itálico que aparece no início da mensagem. Isso o ajudará a identificar correntes com informações falsas.

2) Confirme as fontes: se você receber uma mensagem de áudio, vídeo ou texto com dados inacreditáveis, estranhos ou alarmantes, procure informações de fontes confiáveis ​​que confirmem isso, como jornais ou sites verificados. Atualmente, existe o Alerta de Saúde da OMS no WhatsApp, um serviço gratuito desenvolvido para responder a perguntas sobre o Coronavírus com informações precisas e autênticas. Para começar a receber informações neste canal, envie uma mensagem no aplicativo com a palavra "Hi" para +41 79 893 1892.

3) Não abra links de origem duvidosa: se alguém que você conhece enviar um link para um site não oficial, não clique. Se clicar e o site solicitar informações pessoais, não informe nada.

4) Atenção aos detalhes: prestar atenção a pequenos detalhes, como erros de ortografia ou nomes confusos, pode ser a chave para detectar notícias falsas ou mensagens fraudulentas. Verifique se as informações vêm de um site confiável antes de compartilhá-las com mais pessoas. Se você não tem certeza, não compartilhe. É no “por via das dúvidas” que as correntes se espalham.

5) Faça parte da solução: se você identificou que as informações são falsas, notifique a pessoa que as compartilhou com você e incentive-a a verificar suas informações. Qualquer informação importante está sendo relatada pelos canais oficiais e redes sociais verificadas do Ministério da Saúde.

Se você receber notícias falsas, poderá denunciar um contato ou grupo seguindo estas etapas: abra a conversa, selecione o grupo ou contato para visualizar as informações do perfil e escolha a opção denunciar contato ou denunciar grupo.

O WhatsApp criou recentemente uma central, ou Hub, com orientações simples e úteis sobre o coronavírus para profissionais da saúde, educadores, líderes comunitários, organizações sem fins lucrativos, governos e empresas locais. O site também oferece diversas dicas e recursos para usuários de todo o mundo a fim de diminuir a disseminação de rumores e disponibilizar informações oficiais de saúde.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



redes sociais Whatsapp fake news coronavirus covid19
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você