Como saber se um celular é pirata

A partir do próximo sábado (08/10), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) irá bloquear celulares irregulares nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins. O objetivo da ação é combater o uso de aparelhos falsificados ou com IMEI adulterado, bem como, inibir a comercialização de aparelhos não homologados no país.

A agência tem feito uma caça aos celulares piratas no Brasil dezenas de  milhares de aparelhos nos estados onde a medida entrou em vigor, o que deixou muitos usuários com dúvidas sobre a procedência de seus telefones. Felizmente, há algumas maneiras bem fáceis de saber se um telefone é pirata ou original.

Para te ajudar a tirar essa dúvida, o Olhar Digital separou cinco dicas checar a procedência de um aparelho. A lista envolve passos que podem ser feitos no próprio celular ou na sua caixa, bem como através de aplicativos e do portal da Anatel. Veja como conferir:

Checando o IMEI

Uma das informações principais a serem verificadas com muita rigorosidade pela Anatel é o IMEI, que funciona como uma espécie de número de identificação do aparelho. Para você fazer a verificação dele existem algumas alternativas. A primeira é bem simples. Veja:

1. Procure na caixa do aparelho uma etiqueta que contenha o número do IMEI;

2. Já no Android, na tela de discagem de número, digite: *#06#. Veja se o número é o mesmo.

ReproduçãoSe a opção acima não funcionar corretamente, também é possível verificar este número nas configurações sistema. Siga estes passos:

1. Acesse a tela de “Configurações” e vá em “Sobre o telefone”;

Reprodução2. Clique em “Status”, acesse a opção “Informação IMEI” e você verá o seu número.

ReproduçãoAgora que você já tem o número do IMEI, para confirmar que ele é original será necessário acessar um site. Confira como prosseguir:

1. Acesse este link da Anatel;

2. Clique em “Consultar aqui a situação do seu aparelho celular”;

Reprodução3. Digite então o número do IMEI, o código que aparece e clique em “Consultar”;

Reprodução4. Você verá todas as informações sobre o IMEI consultado.

Download mode

Todos os aparelhos Android possuem alguns truques que podem ser feitos na hora de iniciar o sistema. Ao entrar no “Download mode”, é possível verificar as informações reais do aparelho, tais como o número de série, modelo, marca e outros. Veja as opções para entrar neste modo:

• Com o celular desligado, segure os dois botões de volume e conecte a USB de um computador;

• Segure os dois botões de volume e pressione o botão para ligar o aparelho. Ao ver o ícone de uma bateria na tela, solte apenas o botão “Power”.

Depois de entrar nesta tela, anote todas as informações que ver e compare com os dados originais que o fabricante fornece.

Compare as especificações com as oficiais

Um detalhe em que muitas réplicas de aparelhos pecam é nas diferenças do hardware em relação ao original. Na página dos aparelhos em sites dos fabricantes, existe a opção de especificações técnicas. Com ela em mãos, siga estes passos no seu celular:

1. Baixe o aplicativo CPU-Z pela Google Play;

2. Navegue pelas guias do programa para comparar as especificações.

Reprodução

Selo da Anatel

Todos os aparelhos de celular que são comprados no Brasil devem possuir um selo da Anatel. Geralmente, ele pode ser encontrado no manual do aparelho ou até mesmo na bateria dele, mas isso pode variar de acordo com a fabricante.

Dessa forma, se você for comprar algum aparelho sobre o qual você não tem muitas informações, desconfie caso não encontre este selo.

Verificando os detalhes do aparelho

Além do IMEI e das peças de hardware, as réplicas de aparelhos, apesar de serem muito parecidas com os originais acabam pecando em alguns detalhes visuais externos. Verifique se o acabamento está feito no mesmo material que original. Essas informações podem ser encontradas em reviews como os que estão disponíveis no Olhar Digital.

Ao ligar o aparelho, preste atenção na tela de boot, muitas vezes a animação não é a mesma do original. Depois de iniciado, passe um tempo testando os aplicativos que vem pré-instalados e tente acessar as funções principais deles para saber se tudo funciona como deveria.

Também não se esqueça de acessar a parte de configurações do sistema para identificar o nome do dispositivo e a versão do Android que está instalada nele. Antes de julgar o aparelho pela versão, lembre-se de verificar se não tem uma atualização disponível.

Por último, em lojas virtuais, desconfie sempre que ver algum aparelho com o preço muito abaixo do que se encontra em outras lojas. Lembre-se que você não estará vendo o aparelho ou tendo a chance de mexer nele, assim, questione o vendedor sobre todos os detalhes e peça fotos reais do produto antes de realizar a compra.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ