Segurança

Ring Amazon

Amazon usa polícia da Flórida para vender mais câmeras de segurança

Beatriz Trevisan, editado por Renato Santino 26/07/2019 15h25
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Departamento de Polícia deve incentivar moradores a comprar produtos da empresa, que vai conceder às autoridades acesso a filmagens de vigilância dos proprietários

A empresa de segurança doméstica Ring, da Amazon, pediu que departamentos de polícia ao redor dos Estados Unidos  recomendem o uso de suas câmeras de vigilância em troca de produtos gratuitos da companhia e um aplicativo que permite às autoridades solicitar, informalmente, filmagens aos proprietários. A parceria foi firmada em um acordo secreto obtido pela Vice. O contrato exige que a polícia "mantenha em sigilo os termos deste programa em sigilo".


Um memorando de entendimento – primeiro passo para a formalização de um documento jurídico – assinado entre a Ring e o Departamento de Polícia de Lakeland, na Flórida, e e-mails obtidos por meio de um pedido de registros públicos feito pela Vice mostram que a empresa está usando a polícia local como uma estratégia de publicidade. Os termos exatos dessa parceria, no entanto, permanecem desconhecidos.

O acordo também exige que as autoridades indiquem funcionários para papéis específicos dentro do negócio, como um coordenador de imprensa, um gerente de mídia social, coordenador de relações com a comunidade e coordenador de investigação. E-mails fazem ainda referência à organização de duas sessões de treinamento da polícia local liderados pela Ring.

Para cada morador da cidade que fizer o download do app, os documentos mostram que o departamento acumulará créditos para ganhar mais câmeras domésticas: "cada download será contabilizado como US$10 para câmeras Ring grátis".

A Polícia de Lakeland já tem acesso a câmeras públicas instaladas nas ruas. Mas, com o contrato entre o público e o privado e a proliferação dos produtos de segurança doméstica da Ring, que têm uma supervisão quase nula, as autoridades terão acesso a uma riqueza muito maior de dados de vigilância.

O resultado da parceria polícia-Ring é uma rede de vigilância que se autoperpetua: mais pessoas fazem download do Neighbors, mais pessoas consomem itens da Ring, filmagens de segurança se proliferam e a polícia pode solicitar o que quiser.

O contrato 

Segundo documentos aos quais a Vice teve acesso, o memorando de entendimento é apresentado como "uma solução para ajudar o Departamento de Polícia de Lakeland a reduzir o crime e auxiliar nas investigações". O documento inclui uma marca d'água em que se lê "Amazon Legal" e foi assinado pela Ring e pelos representantes da Polícia de Lakeland em 13 de dezembro de 2018.

Conforme descrito no acordo, as autoridades da cidade têm acesso a um "Portal da Lei da Vizinhança" da Ring. A plataforma é um mapa interativo com todas as campainhas com câmera da empresa ativas em Lakeland. O endereço exato das campainhas não aparece, mas a polícia pode usar o portal para interagir diretamente com os proprietários dos produtos e solicitar as filmagens sem um mandado. A princípio, a polícia teria que obter um mandado de um juiz antes de coletar provas eletrônicas.

Como a publicação mostrou, o acordo também permitiu que a Polícia de Lakeland escolhesse como distribuir as 15 campainhas com câmera doadas pela Ring. A empresa, por sua vez, disponibilizou gratuitamente o aplicativo "Ring", de rede de vigilância, para os moradores do município (o aplicativo Neighbors já é gratuito).

Um e-mail obtido pela Vice diz que o memorando de entendimento foi aprovado pelo conselho geral do Departamento de Polícia de Lakeland antes de o órgão assiná-lo.

O lado da empresa

Um representante da Ring disse em um e-mail à Vice que o objetivo da parceria com a polícia é tornar os bairros norte-americanos mais seguros.

"Por meio dessa parceria, estamos abrindo as linhas de comunicação entre membros da comunidade e autoridades locais e fornecendo aos usuários dos aplicativos importantes informações sobre crimes e segurança diretamente da fonte oficial", disse o porta-voz. "Vimos muitos exemplos positivos de usuários do Neighbors e policiais envolvidos e acreditamos que a comunicação aberta é um passo importante na construção de comunidades mais seguras e fortes".

Fonte: Vice


Segurança Amazon transmissão de dados
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você