Segurança

Celular ao volante

Celular e volante são a 3ª maior causa de fatalidades no trânsito

Rafael Rigues 31/10/2019 11h29
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Mesmo uma 'olhadinha' na tela pode ter consequências fatais. Ainda assim, quase 20% dos brasileiros admite a prática, segundo dados do Detran

O uso de celular ao volante é a terceira maior causa de acidentes de trânsito com morte no Brasil: 150 motoristas morrem anualmente, e 54 mil todo ano, como consequência desta prática. O dado é da Abramet - Associação Brasileira de Medicina de Tráfego.


Atualizado em 2018, ele corrobora estatísticas do Detran segundo as quais mais de 94% dos acidentes nas rodovias e vias urbanas são causados por distração, quase sempre provocada pela combinação entre smartphone e direção, e imprudência. Ainda assim, 19,3% dos Brasileiros admite usar o celular enquanto dirige, segundo dados do Detran.

Por que esta prática é tão arriscada? Afinal, conferir o Whatsapp, dar uma olhada nos e-mails, abrir aquela foto ou vídeo que acabou de chegar ou verificar o Facebook não pode ser tão perigoso, certo?

Errado! O próprio Detran atesta que enviar uma mensagem de texto enquanto dirige faz com que o motorista aumente em até 23 vezes a chance de causar ou se envolver em um acidente. Em chamadas de voz, a atenção e a capacidade de reflexo cai em 37%. Já em testes realizados pela Abramet, o número médio de infrações de trânsito subiu de 2,5 para 4,75 por motorista quando os condutores foram testados usando o celular para falar ou mandar mensagens enquanto dirigiam.

“Ao verificar o celular, o condutor se distrai. E a distração se traduz em números assombrosos: 3 segundos de distração a 60 km/h equivale a percorrer 50 metros em condição de cegueira”, afirma Paulo Renato Jotz, diretor de Marketing da Creare Sistemas. A empresa produz soluções de gerenciamento de frota capazes de alertar um gestor de frota sobre comportamento inadequado de seus motoristas, como a distração causada pelo uso do celular.

“O risco na direção aumenta em 400% se o motorista estiver digitando, enquanto o tempo de reação dele enquanto usa o smartphone para qualquer fim se torna 2 vezes maior, ou seja: ele precisará do dobro do tempo para reagir a qualquer intercorrência, o que pode resultar em acidente”, complementa.

Sistemas de viva-voz, embora não sejam proibidos, também não resolvem o problema. Tanto porque fazem com que o motorista perca a noção auditiva do trânsito ao seu redor, quanto porque ainda assim ele pode se distrair com a conversa. A melhor opção é ignorar o celular enquanto dirige. Sim, isso é possível.

O uso do celular ao volante é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro e classificado como infração gravíssima. A multa é de R$ 283,47, além da perda de 7 pontos na CNH.

Segurança Saúde Trânsito Uso de celular Celular
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você