Chrome para celulares agora checa se você usa senha que vazou na internet

Recurso de segurança permite evitar que algum cibercriminoso acesse suas contas pessoais indevidamente

Renato Santino 06/10/2020 20h10
google chrome
A A A

O Google liberou nesta terça-feira (6) uma atualização importante para o Chrome tanto para o Android quanto para o iOS. O recurso mais importante da versão 86 está ligado à segurança: agora o navegador poderá detectar quando o usuário está utilizando uma senha que já tenha sido vazada na internet.


A função já tinha sido implementada na versão do navegador para os desktops, mas agora está em implementação para dispositivos móveis. Quando o usuário digita seu email e senha, essas informações são cifradas e comparadas com um banco de dados composto de credenciais que foram reconhecidamente roubadas de múltiplas fontes.

Serviços como o "Have I been pwned?" fazem esse monitoramento do cibercrime, catalogando os vazamentos que permitem às empresas como o Google fazer essa verificação. Graças à criptografia, não é possível, ao menos em tese, para a empresa descobrir qual é a senha que você está usando; o sistema permite apenas descobrir se esse código indecifrável já foi vazado previamente.

Para simplificar a troca de senhas em caso de vazamento, o Google também iniciou uma campanha para que sites adotem uma URL definida para alteração de palavras-chave, que permitiria que o acesso à página seja agilizado e feito diretamente a partir do gerenciador de senhas do navegador. A recomendação do Google é que a URL seja "/well-known/change-password", então, por exemplo, o Google recomendaria que o Facebook passe a direcionar a página de troca de senha para "facebook.com/well-known/change-password".

O Chrome para Android e para o iOS ganhou um outro recurso dos desktops chamado Enhanced Safe Browsing. A ideia é simples: quando a função está ativa, os endereços acessados passam por uma filtragem do Google, que visa evitar que o usuário entre em sites falsos e digite suas credenciais de acesso, permitindo roubo de suas informações. Segundo o Google, houve uma redução de 20% no número de usuários afetados por golpes de phishing quando a função está ativa.

Outra função a caminho dos celulares é o Safety Check. O recurso concentra várias checagens de segurança rápidas, como conferir se a navegação segura está ativa, se alguma senha em uso foi vazada e se o Chrome está atualizado. Para usuários do iOS, o app agora conta com uma verificação biométrica pelo Touch ID ou Face ID, ou a digitação do código de bloqueio do celular para preenchimento automático de senhas.

Segurança Google Chrome google chrome senha senhas
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você