Programação_hacker

Dados valiosos de servidores Linux têm sido roubados há quase 10 anos

Fabiana Rolfini 09/04/2020 14h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

BlackBerry descobriu ação de cinco grupos de hackers ligados aos interesses do governo chinês

A capacidade que hackers têm em se reinventar e tornar seus ataques cibernéticos cada vez mais indecifráveis é realmente impressionante. Para se ter ideia, a BlackBerry descobriu que servidores Linux no mundo todo têm tido dados valiosos extraídos por criminosos há quase uma década.


Segundo a companhia, cinco grupos de hackers ligados aos interesses do governo chinês, a chamada operação Wintti, realizavam ataques a uma variedade de indústrias desde 2012 para roubo de propriedade intelectual e coleta de dados. O truque era fazer com que as ferramentas se parecessem com softwares de publicidade, o que oferecia risco de segurança de baixo nível.

Como o Linux normalmente não é uma tecnologia voltada ao usuário final, portanto, as empresas de segurança tendem a se concentrar menos nela, explicou ao ZDNet, Eric Cornelius, chefe de produto da Blackberry.

Reprodução

"Se eles estivessem criptografando ou resgatando essas máquinas, haveria alguma resposta; mas, como não causaram danos, não há razão para alguém suspeitar que algo está acontecendo. Isso mostra um alto nível de sofisticação”, afirmou.

É altamente provável que a ameaça ainda esteja em andamento, tentando alvejar sistemas do Linux sem patch, além de ataques contra o Windows. No entanto, a maneira mais simples de evitar ser vítima é garantir que os servidores e sistemas operacionais estejam atualizados, para que os hackers não possam explorar vulnerabilidades antigas. 

Via: ZDNet

 
Hackers Linux Governo China ciberataque roubo de dados ataque
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você