Golpes com ofertas de TV aumentam na Copa, diz Kaspersky; veja como evitá-los

Não são só as vendas de TVs que sobem em ano de Copa: os golpes envolvendo promoções boas demais para ser verdade também aumentam, segundo Fabio Assolini, analista de segurança da Kaspersky Lab. De acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletrônicos, o número de televisores vendidos já subiu 42% no primeiro trimestre de 2018 – e esse aumento motiva os cibercriminosos, que historicamente “seguem as tendências” na hora de bolar um plano para roubar informações de pessoas desavisadas. É importante, portanto, ficar atento e saber como se proteger. Veja algumas dicas que separamos a seguir:

1 – Desconfie de links recebidos. A recomendação da Kaspersky é ficar atento nas conversas, mesmo que sejam com pessoas conhecidas, e duvidar da veracidade das mensagens especialmente quando elas incluírem uma promoção. A pessoa pode ter sido vítima de um golpe e compartilhado um link inadvertidamente.

2 – Prefira digitar os links em vez de clicar, especialmente se os endereços estiverem em um e-mail suspeito, em um banner ou em um site desconhecido. Na hora de visitar um banco online, “digite manualmente o URL em vez de clicar em um link”, ressalta a empresa.

3 – Fique esperto com mensagens e até mesmo anúncios online. Golpistas têm usado redes sociais, SMS e até WhatsApp para disseminar sites falsos. Duvide de supostas ofertas recebidas por mensagem e, nas redes sociais, confira se os anúncios vêm de uma página legítima. Vale até buscar os produtos anunciados no próprio site da loja para checar se a oferta é verdadeira.

4 – Verifique a URL e o nome do domínio. Segundo a Kaspersky, é comum entre os phishers – os cibercriminosos que tentam “pescar” informações pessoais usando sites ou mensagens falsas – registrar domínios usando o nome de marcas conhecidas no mercado, mas mudando uma letra no nome. “Dessa forma, ‘sitedecompra.com’ se torna ‘sitedeconpra.com’”, explica a marca.   

5 – Confira se há um cadeado de segurança na barra de endereços. Ele indica que a conexão e a comunicação entre você e o servidor são criptografadas. Mas tenha em mente que a presença do ícone não necessariamente implica que o site é autêntico. Nessas horas, vale seguir a dica anterior e também clicar no cadeado para ver as informações.

6 – Confira quem é o dono do site. O endereço está certo, o cadeado está aparecendo, a oferta é boa, mas você não conhece o site? Vale a pena, então, checar a lista do PROCON, que mantém uma tabela atualizada com sites ligados a criminosos, e também o Registro.br para saber quem é o responsável pela página e se o histórico é bom.

7 – Duvide de ofertas boas demais para ser verdade. É a dica mais básica, mas que muita gente não se lembra: caso você se depare com um preço muito abaixo do praticado pelo resto do mercado, desconfie. Siga os passos anteriores e compare os valores com os de outros sites antes de sair gerando boletos para pagar ou informando o número do seu cartão de crédito.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ