Segurança

Data Center Google

Google anuncia novo chip para proteger Data Centers

Rafael Rigues 06/11/2019 11h45
Compartilhe com seus seguidores
A A A

OpenTitan foi criado para oferecer prova criptográfica de que servidores não estão executando firmware ou código modificado por malfeitores

O mundo moderno roda na “nuvem”, o aglomerado de data centers interconectados que fornecem os serviços que usamos no dia-a-dia, do Dropbox ao Netflix. Para ajudar a proteger esta infraestrutura vital o Google está anunciando um novo projeto de hardware chamado OpenTitan.


A idéia é fornecer prova criptográfica de que os servidores estão executando código confiável e não foram comprometidos por malfeitores. Isso será feito através de um chip que irá analisar o firmware das máquinas antes mesmo que o sistema operacional seja carregado. Caso o código seja diferente do esperado pelo chip o processo de boot é interrompido.

O OpenTitan é fruto das lições que o Google aprendeu ao proteger seus 19 datacenters em 5 continentes. O projeto será gerenciado pela empresa britânica lowRISC. “Se você não pode confirar o código que a máquina boota, é fim de jogo”, diz Gavin Ferris, membro da mesa diretora da lowRISC.

“Não importa o que o sistema operacional faz - se no momento em que ele é carregador a máquina já estiver comprometida, então é uma questão retórica. Você já era”, afirma.

Como indicado pelo nome, o OpenTitan é um projeto Open Source. Especificações de hardware, documentação e código para testes e validação estão disponíveis em um repositório no GitHub.

Fonte: MIT Technology Review

Segurança Google Servidores Data center segurança cibernética
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você