Hackers que invadiram a conta do CEO do Twitter estão presos

Prisões foram confirmadas por "Debug", lider do grupo hacker Chuckling Squad. Conta de Jack Dorsey foi usada para postar ameaças de bomba, mensagens racistas e material anti-semita.

Rafael Rigues 25/11/2019 10h29
Jack Dorsey
A A A

Um dos hackers que invadiu a conta do CEO do Twitter, Jack Dorsey, na rede social foi preso há cerca de duas semanas. A informação foi confirmada ao site Motherboard por “Debug”, líder do grupo Chuckling Squad, ao qual o hacker pertencia.


A conta de Dorsey foi invadida em setembro deste ano usando uma técnica chamada SIM Swap. Essencialmente, os hackers convenceram a operadora a atribuir o número de telefone de Dorsey a um novo SIM Card que eles controlavam. Durante a invasão o grupo usou a conta do executivo, com mais de 4,3 milhões de seguidores, para postar ameaças de bomba, mensagens racistas e material anti-semita.

Segundo Debug, "Ele era um membro do Chuckling Squad, mas não mais. Ele era um membro ativo, fornecendo a nós números de celebridades / figuras públicas e nos ajudou a hackeá-los". De acordo com o hacker o grupo expulsou o membro, que não teve o nome divulgado por ser menor de idade, em outubro.

Ainda de acordo com Debug, outros dois hackers que participaram da invasão, conhecidos como Aqua e NuBLom, também estão presos.

Fonte: Motherboard

Hackers Twitter hack Invasão Jack Dorsey
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você