Militares israelenses compram drones capazes de lançar granadas

A tecnologia é capaz de mudar completamente o mundo onde vivemos. Agora, chegou a vez da guerra. Militares israelenses compraram drones que são capazes de atacar alvos com armas e granadas.

Conforme relata o Engadget, os dispositivos são produzidos pela empresa norte-americana Duke Robotics. A aerodinâmica e a física dizem que não é possível prender uma arma em um drone e esperar que ele voe e ainda atinja o alvo, no entanto, a empresa planejou uma maneira de manter o zangão firme enquanto compensa o recuo da arma.

Aparentemente, o drone conta com um sistema de partes flexíveis que distribui o peso na hora do ataque para manter o dispositivo parado no ar. O sistema, por exemplo, permite que um drone de 4,5 kg se mantenha estável ao lançar uma granada ou carregar armas de até 10 kg.

A empresa afirma que o uso de drones remotos reduziria a necessidade de manter soldados na linha de frente, logo, reduziria o número de mortes.

Além de drones, os militares também devem estar cada vez mais armados tecnologicamente. O Olhar Digital divulgou recentemente que os militares russos desenvolveram um exoesqueleto à prova de balas com o objetivo de reduzir o cansaço dos soldados, e que os Estados Unidos estão trabalhando em uma armadura semelhante à do Homem de Ferro.

A BlackFriday está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ