Segurança

TikTok

Senador diz que TikTok representa risco à segurança dos EUA

Vinicius Szafran, editado por Cesar Schaeffer 24/10/2019 17h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Chuck Schumer pediu urgência nas investigações sobre o aplicativo devido a censura de diversos materiais

Chuck Schumer, o senador democrata mais antigo do Senado dos Estados Unidos, exigiu urgência ao governo para investigar o aplicativo TikTok, sob a alegação de que a rede social chinesa pode funcionar como uma "potencial ameaça de contra-inteligência que não podemos ignorar" e alertando sobre uma possível interferência nas eleições americanas.


O app, que permite aos usuários compartilharem vídeos curtos online, tornou-se extremamente popular desde seu lançamento, em 2017, e já recebeu mais de um bilhão de downloads. Muito famoso entre o público jovem, o TikTok vem recebendo críticas do governo norte-americano há algum tempo.

Schumer e Tom Cotton, senador do Partido Republicano, são os co-autores de uma carta direcionada ao Diretor de Inteligência Nacional nesta quarta-feira (24). A dupla disse que escreveu "para expressar nossas preocupações acerca do TikTok (...) e os riscos à segurança nacional devido ao seu uso crescente nos Estados Unidos".

Segundo eles, "o TikTok alegadamente censura conteúdos politicamente sensíveis ao Partido Comunista Chinês, incluindo materiais sobre os recentes protestos em Hong Kong, assim como referências aos protestos na Praça da Paz Celestial, independência do Tibete e Taiwan e o tratamento aos Uighurs. A plataforma tamvém é um potencial alvo para a influência estrangeira nas eleições, assim como ocorreu em 2016."

Em setembro, o jornal The Guardian revelou como o TikTok instrui seus moderadores a bloquearem conteúdos que remetem à política chinesa. "Com mais de 110 milhões de downloads apenas nos Estados Unidos, o TikTok é uma potencial ameaça de contra-inteligêncoa que não podemos ignorar", escreveram os senadores.

"Dadas estas preocupações, nós pedimos que a comunidade de inteligência conduza uma avaliação dos riscos à segurança nacional apresentados pelo TikTok e outras plataformas de conteúdo baseadas na China e operantes nos Estados Unidos e um pronunciamento do Congresso acerca dessas descobertas", concluíram Schumer e Cotton. 

Via: The Guardian

Segurança Aplicativos Vídeo Mídia download Plataformas China Mídias sociais Censura AppStore rede social app store social media vídeos estados unidos EUA tik tok tiktok tiktok eua x china conteúdo segurança pública video app plataforma de serviços plataforma digital hong kong vídeo online aplicativo
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você