Segurança

Compartilhe com seus seguidores
A A A

China entra no combate aos Deepfake vídeos

Henrique Freitas, editado por Roseli Andrion 02/12/2019 21h15

A China publicou na última sexta-feira, uma regulamentação que proíbe os fornecedores de vídeo e áudio na internet de utilizarem tecnologias de inteligência artificial e de realidade virtual para produzir informações falsas, como “Deep Fake” e Fake News. Segundo o governo, essas tecnologias podem perturbar a ordem social e violar os interesses da população, criando riscos políticos, e gerando impactos negativos à segurança nacional e à estabilidade social.

As novas regras obrigam ainda que conteúdos produzidos com base em inteligência artificial ou realidade virtual sejam acompanhados de avisos claros indicando o uso da tecnologia. As preocupações mundiais em relação aos deepfakes aumentaram após a tecnologia ser bastante disseminada durante campanha eleitoral norte-americana, em 2016.

Segurança China Inteligência Artificial fake news Deepfake notícias falsas
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você