Acervo da internet ganha 'emulador' para brinquedos eletrônicos e minigames

O Internet Archive - o site que busca "arquivar" todas as coisas legais da internet - anunciou recentemente um acréscimo interessante ao seu acervo de emuladores. Trata-se de uma série de versões online de "minigames", jogos eletrônicos portáteis que eram reproduções simples de jogos mais complexos, bem como alguns brinquedos eletrônicos como o Genius (conhecido lá fora como Simon). 

Alguns dos destaques dentre os "brinquedos eletrônicos" que o Internet Archive subiu para seu site estão o Tamagotchi original da Bandai, lançadou em 1997, e versões portáteis de franquias famosas, como Sonic, Batman, Pac-Man, Double Dragon e Battletoads. Todos eles podem ser jogados diretamente por meio do navegador, sem a necessidade de baixar nada, e alguns tem imagens escaneadas dos manuais que vinham na embalagem. A lista completa pode ser vista aqui

Como cada um dos jogos e brinquedos tem um conjunto diferente de botões, os controles são diferentes para cada um. No caso do Tamagotchi, por exemplo, os três botões do brinquedo são substituídos pelas teclas Ctrl, Alt e barra de espaço. Embora os jogos sejam todos bem simples, eles ainda retêm ao menos parte daquilo que os tornava divertido muitos anos atrás.

Uma vitória da emulação

Segundo o internet Archive, essas novidades "ampliam as bordas em torno do que a emulação pode fazer". Isso porque eles usam componentes e circuitos eletrônicos físicos de uma maneira difícil de se traduzir para um meio digital. Os jogos emulados recentemente pelo site são, segundo o acervo, tentativas de "pegar uma máquina de US$ 2.600 e vendê-la por US$ 20".

Emular esses jogos, em alguns casos, exigiu que alguns deles fossem destruídos. Isso porque, para "emular", um jogo desse tipo, "ele precisa ser desmontados e todos os seus componentes precisam ser escaneados, vetorizados e traçados para transformá-los em uma versão de software de si mesmos". Isso porque no caso de jogos com telas LCD, por exemplo, as telas tinham uma série de ilustrações programadas para se acender em determinados casos.

Isso porque as telas em si não formavam imagens - apenas iluminavam imagens pré-desenhadas sobre elas. Essas imagens eram sobrepostas a um fundo desenhado a mão (que também foi escaneado no processo de "emulação"). Além delas, as placas de circuito do jogo também precisavam ser desmontadas e escaneadas. Assim, era possível entender como o jogo determinava o que deveria se acender a cada momento, e então emular essa programação.

Na maioria dos casos, segundo o Internet Archive, o jogo original não sobrevive a esse processo. Mas o site considera que a iniciativa é válida mesmo assim; afinal, a emulação permite preservar o jogo muito além da vida útil de seus circuitos. Fora isso, ela permite tornar os jogos acessíveis a mais pessoas, incluindo pessoas mais jovens que, possivelmente, não conseguirão acreditar que alguém conseguia se divertir com essas coisas no passado. 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ