Games e Consoles

Nintendo Mario dinheiro

Nintendo proíbe que seus jogos sejam transmitidos ao vivo pelo YouTube

Gustavo Sumares 03/10/2017 11h12
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Ao longo do último fim de semana, a Nintendo passou a proibir que os jogadores transmitam ao vivo pelo YouTube suas partidas com jogos de seus consoles e franquias. A mudança foi feita na página de perguntas frequentes do Nintendo Creator's Program, um programa que a empresa elaborou para regular a postagem de conteúdos de seus jogos em plataformas de vídeo. 


"Transmissões ao vivo em streaming no YouTube se encontram fora do escopo do Nintendo Creator's Program. Você não pode transmitir conteúdo no YouTube ao vivo a partir da conta que você inscreveu no [programa]", diz agora a página. 

Para quem ainda quiser transmitir jogos de franquias como "Mario", "The Legend of Zelda" ou "Donkey Kong" na plataforma, a Nintendo dá algumas sugestões: ou usar outro canal que não esteja inscrito em seu programa, ou retirar seu canal do programa e, em seguida, registrar individualmente cada um dos vídeos do canal que contenha imagens de jogos da Nintendo - o que não é nada prático. 

E a grana fica com quem?

Como o Ars Technica aponta, o Nintendo Creator's Program foi uma ideia da Nintendo para se apropriar de parte da renda gerada pelos youtubers que postam vídeos de jogos da empresa. Pelo menos 30% da renda gerada pelos youtubers inscritos no programa fica com a empresa; antes da criação do programa, a empresa ficava com tudo. O site perguntou à empresa se as mesmas restrições se aplicam a outras plataformas de streaming ao vivo, como o Twitch, mas ainda não obteve resposta.

Embora a empresa tenha, a princípio, o direito de restringir a postagem de conteúdos de seus jogos nas plataformas de vídeo, essa atitude, como o IGN ressalta, gerou ira nos jogadores. Isso porque muitos deles acreditam que esse tipo de postagem deve ser vista como uma forma de engajamento e publicidade gratuita dos produtos da empresa - e não uma violação de suas propriedades intelectuais.

Fora isso, o Nintendo Creator's Program não é exatamente acessível. Para participar dele, segundo o Engadget, os usuários precisam participar também do programa de criadores do YouTube. E isso exige que eles tenham ao menos 10 mil inscritos em seus canais. Isso deixa muito difícil para a maioria dos jogadores colocar seus vídeos de jogos da Nintendo no YouTube.

Games Youtube Streaming Nintendo
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você