Nvidia diz que seu novo supercomputador permitirá carros totalmente autônomos

A fabricante Nvidia anunciou a sua mais nova plataforma de computação para veículos autônomos. Conforme relata o The Verge, a empresa afirma que seu novo sistema, denominado Pegasus, pode ser usado em carros de auto condução de nível 5, que significa que o veículo é totalmente autônomo, sem volantes, pedais ou espelhos.

A nova iteração da plataforma Drive PX fornecerá mais de 320 trilhões de operações por segundo, o que equivale a mais de 10 vezes o poder de processamento da GPU antecessora. A plataforma usa um sistema operacional baseado em algoritmos de inteligência artificial e um mapa em 3D de alta definição baseado em nuvem para ajudar o carro a entender seu ambiente, conhecer sua localização e antecipar potenciais perigos durante a condução. O software do sistema também pode ser atualizado via wireless, semelhante aos smartphones, tornando o carro mais inteligente ao longo do tempo.

Os supercomputadores são uma parte importante no desenvolvimento de carros autônomos, pois eles são responsáveis pelo processamento de todos os dados, imagens e áudios captados pelos sensores e câmeras dos veículos. Além disso, todo esse processamento deve ser feito com vários níveis de redundância para garantir o mais alto nível de segurança. 

Atualmente, carros sem motorista que não requerem nenhuma intervenção humana são apenas teóricos, sendo que os que estão disponíveis no mercado ou sendo testados pelas montadoras variam entre os níveis 2 e 3.

A Nvidia, que possui parceria com empresas como Baidu, Toyota, Audi, Tesla e Volvo, pretende começar a comercializar o Pegasus para as montadoras a partir do segundo semestre de 2018.





RECOMENDADO PARA VOCÊ