Patente da Nvidia de 'resolução infinita' promete revolucionar mundo dos games

A Nvidia registrou a patente de uma tecnologia que pode mudar a forma como as pessoas interagem com games. Segundo informações do Digital Trends, a tecnologia de “resolução infinita” usa gráficos vetoriais para substituir texturas estáticas em jogos. 

Atualmente, os jogos para computador usam texturas que são criadas para um conjunto de resoluções padrão, além de algumas intermediárias. Estas texturas cobrem praticamente todas as superfícies em jogos de PC, sendo que cada modelo 3D conta também com uma textura 2D – isso faz com que seja exigido muito espaço de armazenamento e os jogos acabam tendo uma resolução máxima.

Por exemplo, se um jogador tentar abrir o game “Diablo 2” em um computador moderno, a resolução do jogo não será maior que 1024 x 768, o que é muito abaixo do que os monitores atuais são capazes. 

A patente da Nvidia visa alterar a forma como essas texturas são renderizadas. Em vez de envolver o jogo em conjunto de texturas estáticas, os games incluiriam apenas um único conjunto de informações de textura e não as próprias texturas em si. 

Com isso, cada textura do jogo seria desenhada em tempo real a partir de instruções que os desenvolvedores incluírem. Ou seja, o jogo “Diablo 2” poderia ser jogado tanto em um monitor 8K, quanto um antigo 800 x 600 CRT, e a resolução continuaria sendo a mesma, sem apresentar distorções.

Na verdade, a tecnologia não é exatamente nova, pois usa gráficos vetoriais, que já são conhecidos pelos designers. Uma imagem produzida com arte vetorial pode ser ampliada ou diminuída para qualquer tamanho sem perder os seus detalhes.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ