Pokémon Go cometeu sua maior gafe até agora

Sucesso absoluto com menos de uma semana de vida, o game Pokémon Go já proporcionou algumas situações curiosas, como a captura de um Pidgey por um homem enquanto esperava sua mulher ter um filho e a invasão de uma delegacia na Austrália.

Nenhum desses eventos pode ser considerado uma gafe, contudo. Hoje, no entanto, foi noticiado na mídia mundial que um jogador encontrou um Koffing no Museu do Holocausto, em Washington, nos Estados Unidos.

Se você não entendeu a referência, o personagem é bastante famoso na franquia japonesa e tem como principal poder a emissão de gases tóxicos e venosos. O museu, por sua vez, homenageia vítimas do regime nazista, inclusive pessoas que foram mortas em campos de concentração que usavam câmaras de gás como forma de aniquilamento.

Reprodução

A administração do local pediu que os visitantes parassem de jogar o game mobile no recinto e afirmou que a prática é “extremamente inapropriada”. Diversos jogadores adentraram ao local na caça não apenas do Koffing, mas como de outros pokémons.

Os administradores também afirmaram que estão tomando providências legais para remover o museu do jogo. 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ