Cauda de Arque

'Cauda' robótica para humanos promete melhorar o equilíbrio

Redação Olhar Digital 06/08/2019 09h55
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Conjunto de quatro músculos artificiais movidos por ar comprimido que se contraem e se expandem em diferentes combinações servem para enrolar a cauda em qualquer direção

Existem diversas empresas que fazem caudas para humanos, mas elas geralmente são apenas para fantasias ou outras formas de entretenimento. Até então, nenhuma delas era funcional. Mas isso pode mudar em breve. Pesquisadores da Universidade de Keio, no Japão, criaram uma cauda que promete aumentar as capacidades dos usuários – não apenas a aparência – melhorando seu equilíbrio e agilidade.


A maneira mais fácil de entender o que inspirou essa criação é assistir a um vídeo de macacos saltando entre árvores. Suas caudas não servem apenas como um membro adicional para agarrar galhos, mas também os ajudam a se reposicionar no meio do voo para uma aterrissagem segura. A cauda Arque, como o dispositivo foi chamado, faz essencialmente a mesma coisa para os humanos - embora o salto de grandes alturas ainda não seja recomendado.

O design dessa cauda foi inspirado nos cavalos marinhos. Ela é composta por uma série de vértebras plásticas interconectadas e que podem ser personalizadas por cada usuário simplesmente adicionando mais segmentos ou contrapesos. Esses ajustes vão depender do peso e da altura da pessoa que usa esse dispositivo.

Dentro da cauda há um conjunto de quatro músculos artificiais movidos por ar comprimido que se contraem e se expandem em diferentes combinações para mover e enrolar a cauda em qualquer direção. O projeto atual depende de um compressor de ar externo para gerar pressão suficiente para a cauda se mover. Como a pesquisa sobre músculos artificiais continua avançando, pode ser que, em breve, o único item necessário para alimentar o dispositivo seja uma bateria.

Uma das aplicações mais imediatas para a Arque inclui auxiliar trabalhadores encarregados de levantar ou carregar objetos pesados. A cauda funciona como um contrapeso, de modo que é necessária menos força para levantar algo do chão. Um exoesqueleto pode funcionar de forma semelhante, mas a cauda ganha em praticidade, já que ela é mais fácil de se colocar e retirar.

Os pesquisadores que criaram a Arque também acreditam que ele pode ser uma forma eficaz de melhorar o equilíbrio de pessoas que usam dispositivos de imersão virtual, como óculos de realidade virtual. Isso porque, a cauda pode alterar o equilíbrio e simular o que o corpo está experimentando no mundo virtual. Veja um vídeo que exemplifica seu uso:

Via: Gizmodo

 

Robótica Tecnologia Curiosidades inovação
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você