Elon Musk pode ajudar na construção de novo acelerador de partículas

Empresário falou do projeto em sua conta no Twitter: equipamento deve ser maior que o Large Hadron Collider (LHC), que tem 27Km de extensão

Cientistas do CERN embarcaram em um novo e ambicioso plano para explorar os mistérios do universo. O dinheiro para realizá-lo não deve ser um problema: isso porque Elon Musk pode entrar no projeto para construir o maior túnel de colisão de partículas.

A afirmação do fundador da Tesla veio de sua conta no Twitter. Ele explicou que a diretora do CERN, Fabiola Gianotti, entrou em contato com ele para chegar a um acordo. "Ela falou comigo sobre a Boring Co. construir o túnel do novo acelerador de partículas quando estávamos na Royal Society. [Isso] provavelmente economizaria alguns bilhões de euros”, avalia o executivo.

Quanto ao acelerador de parttículas, o CERN apresentou um relatório sobre o novo projeto, chamado agora de Future Circular Collider (FCC). O equipamento seria aproximadamente quatro vezes maior que o Large Hadron Collider (LHC), que fica na Suíça e tem extensão de 27 Km.

Pouco depois das palavras de Musk, ficou claro que ele já havia conhecido Fabiola na Royal Society em julho do ano passado. Seja como for, os planos para o FCC ainda não são nada definitivos. O CERN traçou um planejamento para a tomada de decisões por dois anos ainda.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ