'É mais fácil detectar mamilos do que discurso de ódio', diz Zuckerberg

Constantemente criticado pela dificuldade que tem em fazer o Facebook identificar discurso de ódio em posts, Mark Zuckerberg saiu em defesa dos sistemas de inteligência artificial empregados pela rede social. De acordo com o fundador do Facebook, é mais fácil detectar nudez do que palavras de ódio.

A comparação feita por Zuckerberg usa como base uma reclamação constante de usuários. O Facebook não demora muito para remover posts com mamilos, alegando que nudez não é permitida na rede social. Mas quando um post expressa ódio contra raças, orientações sexuais, nacionalidades ou ideologias, o Facebook demora para remover - isso quando remove.

Zuckerberg foi questionado sobre o assunto durante a divulgação dos resultados trimestrais do Facebook. "É muito mais fácil construir um sistema de inteligência artificial que detecte um mamilo do que um que detecte discurso de ódio", disse o criador da rede social, segundo o Engadget.

Os termos de uso do Facebook proíbem compartilhamento de qualquer tipo de conteúdo adulto ou de nudez na rede social. Por isso, é bem fácil criar uma inteligência artificial que detecte esse tipo de postagem e remova na sequência. No caso de discurso de ódio, é mais difícil definir o que se encaixa nessa categoria para programar a exclusão desse tipo de conteúdo.

Desde a divulgação do escândalo da Cambridge Analytica, uma consultoria política que teve acesso indevido a dados de milhões de usuários do Facebook, a rede social vem tentando ser mais transparente para seus usuários. Nesta semana, o Facebook divulgou também como faz para decidir o que pode ou não ser publicado na rede social.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ