Sonda indiana

Índia se prepara para pousar sonda na Lua e buscar sinais de água

Redação Olhar Digital 12/07/2019 14h33
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A missão Chandrayaan-2 parte com o objetivo de analisar minerais, mapear a superfície lunar e procurar água

A Índia quer dar um salto gigantesco em seu programa espacial e solidificar seu lugar entre as nações que exploram o espaço do mundo. O país se prepara para lançar sua segunda missão não tripulada à Lua, destinada a pousar um veículo perto do inexplorado polo sul. "Irá com ousadia para onde nenhum país jamais foi", disse a Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO) em um comunicado.A missão ganhou o nome de Chandrayaan-2, e teve um custo de US $ 141 milhões. 


A organização planeja lançar uma espaçonave usando tecnologia caseira na próxima segunda-feira, e está se programando para pousar na Lua em 6 ou 7 de setembro. A Índia também planeja enviar seres humanos ao espaço até 2022, tornando-se apenas a quarta nação a fazê-lo.

Com a Índia prestes a se tornar a quinta maior economia do mundo, o governo nacionalista do primeiro-ministro Narendra Modi está ansioso para mostrar as conquistas do país em segurança e tecnologia. Por enquanto, um teste com uma arma anti-satélite em março foi realizado com sucesso e, segundo Modi, demonstrou a capacidade do país como potência espacial ao lado dos Estados Unidos, Rússia e China.

As ambições do país estão se desenrolando em meio a uma corrida espacial ressurgente. Os EUA - que neste mês comemoram o 50º aniversário da missão Apollo 11 - estão trabalhando para enviar uma espaçonave tripulada ao polo sul lunar até 2024. Em abril, uma aeronave não tripulada israelense caiu na lua em uma tentativa fracassada em ser o primeiro pouso no satélite natural com financiamento privado.

Décadas de pesquisa espacial permitiram que a Índia desenvolvesse tecnologias de comunicações e sensoriamento remoto que estão ajudando a resolver problemas cotidianos, desde a previsão da migração de peixes até a previsão de tempestades e inundações.

A primeira missão lunar da Índia, Chandrayaan-1, cujo nome é sânscrito para “ofício lunar”, orbitou a lua em 2008 e ajudou a confirmar a presença de água. Já em 2013, a Índia colocou um satélite em órbita ao redor de Marte na primeira missão interplanetária do país.

A Chandrayaan-2 terá um módulo orbital, lander e um rover. A sonda transportará uma câmera, um sismômetro, um instrumento térmico e um retrorefletor a laser fornecido pela NASA que ajudará a calcular a distância entre a Terra e a Lua.

Via: APNews 

 

Satélites espaço Lua missão espacial Índia
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você