Cigarro eletrônico

'Vaping' já fez mais de mil vítimas nos EUA

Rafael Rigues 04/10/2019 08h41
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pacientes relatam sintomas como tosse, falta de ar, dores no peito e dificuldade de respirar após usar cigarros eletrônicos. 18 pessoas morreram

Segundo o Center for Disease Control and Prevention (CDC), agência pública de saúde dos EUA, 1.080 pessoas já foram internadas com sérios danos pulmonares após fumar cigarros eletrônicos (e-cigs) que vaporizam produtos de nicotina e outras substâncias, prática chamada de ‘vaping’.


O número é preocupante, já que no mês passado havia apenas 275 casos reportados. “Com centenas de novos casos reportados toda semana, suspeitamos estar enfrentando uma epidemia muito preocupante, muito difícil de controlar [...] Os dados que temos não sugerem que chegamos ao pico, nem que o número de casos esteja caindo”, disse Anne Schuchat, principal diretora assistente do CDC em uma conferência de imprensa.

Os pacientes apresentam um conjunto de sintomas comuns, que inclui tosse, falta de ar, dores no peito e dificuldade de respirar, entre outros. 78% dos pacientes afirmaram ter usado produtos contendo THC (tetrahydrocannabinol), o princípio ativo na maconha. Outros 17% reportaram usar apenas produtos contendo nicotina.

70% dos pacientes afetados são homens, e 80% tem idade abaixo dos 35 anos. Até agora houve 18 vítimas fatais, com idade média de 49 anos e grande proporção de mulheres, embora os médicos afirmem que devido ao pequeno tamanho da amostra, é difícil tirar conclusões.

Segundo a FDA (Food and Drug Administration), agência do governo dos EUA responsável por proteger e promover a saúde pública e regular produtos como o tabaco, um dos poucos pontos em comum em todas as vítimas é que seus pulmões tinham ferimentos que lembram queimaduras químicas, o que indica que um componente nos ‘cartuchos’ contendo as substâncias usadss nos e-cigs pode ser o responsável. Muitos dos produtos foram comprados nas ruas, ou com contatos em redes sociais.

Enquanto a causa do problema não é encontrada, as autoridades recomendam que as pessoas não façam uso de e-cigs: “Dada a ocorrência contínua de novos casos que colocam vidas em risco, o CDC recomenda que as pessoas se abstenham de usar cigarros eletrônicos e produtos relacionados ao vaping, especialmente os que contém THC”, disse Schuchat.

Fonte: The Verge

Saúde Cigarro Eletrônico vaporizador
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você