Aeronave militar vigilante sobrevoa protestos nos EUA e intimida manifestantes

Capaz de coletar dados à distância, avião utilizado pelas Forças Aéreas Americanas sobrevoou protestos antirracistas em Portland

Da Redação, editado por Liliane Nakagawa 27/07/2020 23h00
Dornier 328
A A A

Um acontecimento — no mínimo suspeito — foi observado em meio aos protestos do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) em Portland, nos Estados Unidos. Enquanto agentes federais repreendiam os manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo, uma aeronave utilizada pelas Forças Especiais Americanas foi observada no céu, fazendo movimentos circulares como uma "ronda" sobre a manifestação.


O avião era um modelo DO-328 "Cougar", equipado com radares de longo alcance, câmeras e rádios de alta potência e lasers capazes de determinar a distância de objetos.

 

Sem-titulo.jpg

A aeronave militar Dornier 328 geralmente é utilizada para monitorar áreas de guerra. Foto: Reprodução/Youtube

 

Não se sabe exatamente se as Forças Aéreas estão realizando uma vigilância ativa dos manifestantes, entretanto a aparição da aeronave com extremas capacidades militares causa estranheza e levantam suspeitas. Além disso, o veículo está registrado em uma base aérea localizada em Ohio, estado bem distante de Portland.

As Forças Aéreas Americanas rebatem as acusações, afirmando que os voos estavam previamente planejados, já que as condições meteorológicas apontavam clima favorável para testes da aeronave.

Repercussão

Mesmo com a justificativa, o senador Ron Wyden viu a situação com preocupação. "Mesmo que este tenha sido um voo de teste planejado meses atrás, a decisão da Força Aérea de continuar, em vez de atrasar o voo, levanta sérias questões sobre o julgamento dos líderes militares que o aprovaram", disse o senador. Wyden afirmou ainda que seria "totalmente inaceitável" caso os militares estivessem vigiando os protestos nos EUA.

Outro a criticar o uso da aeronave foi Steven Aftergood, diretor do Projeto de Sigilo Governamental da Federação de Cientistas Americanos. Para ele, o aparente uso de aviões militares em operações domésticas é um motivo alarmante. "Qual é a missão deles? Sob qual autoridade eles estão operando e quem autorizou? Parece que a administração não está levando em conta as normas estabelecidas de transparência e responsabilidade", disse Afterfood.

Além do terror bélico instaurado, teme-se que o exército possa ter coletado informações dos manifestantes de maneira discreta. "Acredita-se que essas aeronaves tenham sensores SIGINT (inteligência de sinais); se for esse o caso, circular nessa distância provavelmente permitiria aos sensores uma coleta de dados", afirmou David Cenciotti, oficial aposentado das Forças Aéreas Italianas e jornalista aeroespacial.

 

Via: The Intercept


espionagem estados unidos aeronave Vigilância protestos coleta de dados informação
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você