netshoes

Agora é oficial! Magazine Luiza acerta compra da Netshoes após disputa com Centauro

Luiza Tozzato, editado por Rui Maciel 14/06/2019 18h12
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Após decisão da assembleia de acionistas, varejista compra e-commerce de artigos esportivos por R$445 milhões

Nesta sexta-feira (14), a Magazine Luiza anunciou oficialmente a compra da Netshoes, maior e-commerce especializado em artigos esportivos da América Latina. O acerto foi definido após decisão da assembleia de acionistas da empresa, com a rede varejista pagando cerca de R$445 milhões pela aquisição.


Após sucessivas perdas ao longo dos últimos anos, a Netshoes virou alvo de disputa entre Magazine Luiza e Centauro, que era a maior rival do e-commerce esportivo. Essa competição fez com que o último valor oferecido fosse mais que o dobro do primeiro.

No entanto, engana-se quem pensa que a maior proposta foi a escolhida. Na noite da última quinta-feira (13), a Centauro rebateu a oferta de U$3,70 por ação da concorrente, porpondo US$4,10. No entanto, com 90,32% dos votos dos acionistas, a Magazine Luiza foi escolhida. Assim, a quantia total de fechamento foi US$115 milhões (R$445 milhões), muito acima da inicial, que era de US$2 (R$7,76) por ação.

Segundo a empresa, a escolha pela companhia da família Trajano foi puramente uma questão de segurança: eles não tiveram tempo para analisar a proposta da Centauro. Além disso, uma demora maior nesse processo poderia criar riscos, já que a empresa sofre limitações no caixa e havia o risco dos órgãos reguladores considerarem uma eventual união de Netshoes / Centauro uma concentração de mercado, não aprovando a operação.

A loja deve ser incorporada à Magazine Luiza a partir de dia 19 de junho e os acionistas receberão, à vista, o valor de US$3,70 por ação.  

Reprodução

A Netshoes abriu o capital na Bolsa de Valores de Nova York em 2017. Mas, com os seguidos prejuízdos da empresa, houve a desvalorização dos papeis em 85,3% até aqui.

Na avaliação de Pedro Guatin, presidente do conselho de comércio eletrônico da FecomércioSP, essa queda aconteceu graças a não transição para um modelo de canalidade, ou seja, um modelo no qual os clientes podem, por exemplo, comprar um item no site e retirar em uma eventual loja, experimentar produtos e fechar a compra no site ou trocar itens adquiridos em um canal a partir de outro.

Além disso, o fato de não seguir a mesma linha de outras lojas virtuais fez com que a Netshoes precisasse investir muito em publicidade para atrair novos clientes.

Fonte: Folha de S. Paulo e G1

Loja Virtual Netshoes Magazine Luiza
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você