Amazon - funcionários

Amazon planeja investir bilhões para treinar sua força de trabalho

Redação Olhar Digital 11/07/2019 12h28
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A tecnologia vem alterando muitos empregos e a gigante de varejo planeja treinar 100.000 trabalhadores em novas habilidades

A Amazon planeja gastar US $ 700 milhões (R$ 2.6 bilhões) para treinar um terço de seus funcionários dos EUA, já que a tecnologia ameaça derrubar a forma como muitos trabalham. "A tecnologia está mudando a nossa sociedade, e certamente está mudando o trabalho", disse Jeff Wilke, executivo-chefe do setor de consumo mundial da Amazon, acrescentando que a iniciativa visa ajudar os trabalhadores a "se prepararem para as oportunidades do futuro".


A empresa anunciou nesta quinta-feira (11/07) que irá reter 100.000 trabalhadores até 2025, expandindo os programas de treinamento existentes e lançando novos programas destinados a ajudar seus funcionários a ingressar em empregos mais avançados dentro dela ou a encontrar novas carreiras fora. O treinamento é voluntário e a maioria dos programas é gratuita para os funcionários e eles vão desde aprendizado até efermagem, disse a empresa.

O esforço da Amazon para melhorar as habilidades de sua força de trabalho está entre as maiores iniciativas de reciclagem corporativa anunciadas e se reduz a cerca de US $ 7 mil (R$ 26.000) por trabalhador. Em um momento de desemprego historicamente baixo, aliado à rápida transformação digital que requer habilidades profissionais de alta tecnologia, mais empresas americanas querem ajudar os funcionários existentes a fazer a transição para novos cargos.

A Amazon, como muitas corporações, tem lutado para encontrar um número adequado de funcionários técnicos, e a empresa está confiante de que mais de seus empregos incluirão um componente técnico no futuro, disse Wilke. A empresa tem mais de 20.000 empregos abertos nos EUA, sendo mais da metade deles em Seattle.

Alguns dos programas oferecidos pela Amazon incluem treinamento mais avançado, como a Machine Learning University, que será aberta a milhares de engenheiros de software com experiência em ciências da computação para fazer cursos de graduação em aprendizado de máquina em nível superior sem voltar à faculdade. Alguns funcionários que são ex-professores universitários vão dar aulas.

Nenhum dos treinamentos da Amazon trará a condição de que os funcionários permaneçam na empresa. Mas especialistas em força de trabalho dizem que os esforços de reciclagem nem sempre funcionam porque nem todos têm a capacidade ou a vontade de se transformar para se encaixar em um novo papel. A capacidade de reter talentos é importante porque recrutar novos funcionários e treiná-los é caro e consome muito tempo, disse Chris O'Leary, economista sênior do Instituto WE Upjohn para Pesquisa de Emprego, um centro de pesquisa sem fins lucrativos.

 

Via: WSJ

 

 

Amazon Força de trabalho
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você