FOX

Anatel proíbe FOX de disponibilizar conteúdo de forma gratuita na internet

Luiza Tozzato, editado por Rui Maciel 13/06/2019 21h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O processo foi aberto depois que a Claro denunciou a empresa por estar disponibilizando conteúdo da TV paga de forma gratuita, no aplicativo da TV ao Vivo, na Internet.

Nesta quinta-feira (13/6), a Anatel, por meio de medida cautelar, determinou que a FOX restrinja seus canais disponíveis na internet apenas àqueles que são assinantes do canal nos serviços de TV por assinatura. Em caso de descumprimento, a multa é de R$100 mil por dia e pode chegar até R$ 20 milhões. A Fox Latin American Channels do Brasil tem 30 dias para cumprir determinação.


O processo foi aberto depois que a Claro denunciou a empresa por estar disponibilizando conteúdo da TV paga de forma gratuita, no aplicativo da TV ao Vivo, na Internet. De acordo com a Anatel, essa atividade viola a Lei de Seac, que define a prática de mercado realizada no Brasil para a disponibilização de conteúdo audiovisual.

 “A existência de razoável dúvida jurídica sobre o grau de alcance da Lei nº 12.485/2011 para o caso em análise e de risco decorrente de eventual demora no posicionamento quanto à conformidade do modelo híbrido ofertado pela Fox por meio de seu aplicativo, verificando-se, portanto, a presença dos requisitos do fumus boni iuris e do periculum in mora, para justificar a cautelar”, completa a agência.

Embora a determinação já tenha sido feita, a agência vai realizar uma Tomada de Subsídios específica para consultar a sociedade sobre essa prática.

Fonte: Telesíntese

Internet Televisão Anatel
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você