Ao menos 8 iPhones pegaram fogo na China; Apple diz que não tem culpa

A Apple esteve perto de se envolver em um problema similar ao apresentado pelo Galaxy Note 7. Na China, começaram a surgir relatos de que aparelhos da empresa estavam entrando em combustão; foram oito casos de explosões do modelo iPhone 6 relatados nos últimos tempos a uma associação de proteção ao consumidor em Xangai.

No entanto, a empresa diz que não há o que temer, e que não existe um problema generalizado. A Apple diz ter conduzido análises nos aparelhos danificados e concluiu que os danos foram causados por fatores externos, e não por um defeito do celular. Os iPhones possuíam dano físico externo, o que levou ao superaquecimento e combustão, de acordo com o relatório.

De fato, a cronologia de eventos parece estar a favor da Apple. Os aparelhos que estariam explodindo são os iPhones 6 e 6s, que já são razoavelmente antigos e que, se tivessem algum problema generalizado, isso já seria bastante conhecido. Além disso, o relatos são espaçados entre si, com um dos casos de combustão ocorrendo em agosto.

Isso dito, o iPhone tem, sim, apresentado problemas em relação a baterias, mas não envolvendo explosões. A Apple detectou que alguns celulares estão sendo automaticamente desligados sem motivo quando a bateria ainda tem energia suficiente para funcionar por algumas horas. A empresa anunciou um recall e forneceu uma ferramenta para o usuário ver se o número de série do seu iPhone bate com o daqueles que poderiam apresentar defeito. No entanto, a companhia começou a receber reclamações de usuários afetados que estavam fora do lote considerado defeituoso.

Via BBC

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ