Bola de futebol

Aplicativo quer facilitar o sonho de quem quer ser um jogador de futebol

Henrique Freitas, editado por Rui Maciel 26/06/2019 20h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Plataforma digital permite que jovens aspirantes postem vídeos com seus melhores lances no esporte, sejam vistos pelos clubes e participem de peneiras e treinamentos nas agremiações

O futebol está aderindo cada vez mais à tecnologia – e não estamos falando apenas do polêmico VAR. Nos grandes clubes, a realização de 'peneiras online', o uso de bancos de dados estatísticos, além da aplicação de ferramentas digitais para captar talentos vêm crescendo bastante nos últimos anos. E é neste contexto que surge o Dreamstock, uma plataforma que permite que jovens aspirantes cadastrem seus vídeos e sejam observados por times de futebol, facilitando a ponte para o estrelato.


A plataforma foi criada pelo empresário nipo-brasileiro Marcelo Matsunaga, com a intenção de reduzir os riscos e os obstáculos para jovens que buscam um futuro no esporte mais popular do mundo. "Muitos garotos têm dificuldade em descobrir onde e quando serão realizadas as avaliações, além de participar das peneiras presenciais, com os custos e a logística do deslocamento até os clubes. Há também outros riscos, como estelionato e abuso por parte de falsos empresários", explica.

Reprodução

Além da sede em Tóquio – onde ficam mais três sócios –, a empresa também tem representantes em São Paulo. Especialistas em avaliações procuram 'filtrar' os vídeos que são enviados para poder repassá-los aos clubes à procura de jovens talentos, onde serão analisados internamente. “A ideia central da plataforma é fornecer um espaço e oportunidades para jovens do mundo inteiro em clubes de todos os países”, detalha Matsunaga.

Como funciona

Para fazer a inscrição, embora não haja uma idade obrigatória, é preferível que o jovem jogador tenha entre 14 e 20 anos. Ele ou seu responsável deve baixar o aplicativo da Dreamstock, acessá-lo, preencher o cadastro e postar vídeos com os seus melhores lances no futebol (dribles, passes, chutes durante um treinamento e/ou jogo).

Após passar por um filtro da própria empresa, os vídeos são enviados para avaliação dos clubes da qual a plataforma é parceira, como Flamengo, Grêmio, Coritiba, América-MG, entre outros (até o momento são 26 no total). Caso algum deles goste do que viu, a Dreamstock pagará a passagem do jovem até o clube, onde ele irá treinar e, eventualmente, participar de uma peneira.

Reprodução

Além de informatizar o processo de seleção, a Dreamstock oferece o suporte ao atleta, o que inclui o transporte para o local, mantimentos, acompanhamento das suas necessidades e, se preciso, ajuda com eventuais custos adicionais. O criador da plataforma ainda ressalta que a tecnologia dá muito mais segurança ao processo "pois permite rastrear os contatos e as transações, evitando a ação de golpistas".

Os resultados e o futuro

A plataforma já está disponível para Android e iOS, e já conta com 70 mil atletas cadastrados. São quatro contratos fechados desde o ano passado, todos via negociações de curta duração, que visam desenvolver os jogadores nos clubes e avaliar a possibilidade de receberem contratos profissionais. Nestes acordos, a Dreamstock ganha uma participação pela intermediação entre os atletas e clubes, a depender do estipulado contratualmente.

Os sócios esperam que a Dreamstock seja a plataforma de vídeos de futebol mais escolhida por potenciais jogadores, clubes e para propagandas de marcas relacionadas ao esporte. "Queremos ser o intermediário com a maior transparência e conquistar mais que 30% das transações dos jogadores do mercado brasileiro", estima Matsunaga. Em 2019, a meta é atingir 1 milhão de usuários e profissionalizar de 20 a 30 jogadores.

Aplicativos Esportes futebol
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você