Após casos de explosão, Galaxy Note 7 volta a ser vendido nos EUA

Ao que tudo indica, o Galaxy Note 7 deve voltar às lojas norte-americanas antes do previsto. Após corrigir um defeito na bateria que fazia o smartphone explodir, a Samsung já encaminhou 50 mil unidades do aparelho para algumas das principais operadoras dos EUA.

De acordo com o site The Verge, as provedoras Verizon, Sprint, T-Mobile e AT&T, que além de oferecer linhas de telefone e redes de internet móvel também têm contrato com fabricantes para vender smartphones com seus chips já instalados, possuem o novo Galaxy Note 7 em estoque.

A maioria dessas unidades, porém, estão reservadas para quem comprou o celular antes e teve de devolvê-lo devido ao risco de explosão. O recall da Samsung, porém, continua operando, já que muitos dos primeiros compradores do Note 7 não entregaram ainda seus aparelhos.

Não há previsão de quando o celular deve começar a ser comercializado no Brasil.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ