apple

Apple confirma evento em março e aumenta expectativas de lançamento de seu serviço de streaming

Redação Olhar Digital 11/03/2019 21h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O evento foi revelado em convites à jornalistas para comparecerem no Teatro Steve Jobs, no dia 25 de março. O material é um gif e apresenta a chamada "It's show time"

A Apple confirmou nesta segunda-feira (11/3), que vai realizar ainda este mês um evento onde pode anunciar o seu serviço de streaming de vídeos e de assinatura de veículos de notícias, conhecido, provisoriamente, como Apple News. A empresa enviou convites à jornalistas informando sobre a ação, que acontecerá no Teatro Steve Jobs, na sede da empresa, em Cupertino, na Califórnia (EUA), no dia 25 de março.


O convite é em formato de GIF e apresenta uma contagem regressiva com a chamada "It's show time" (É hora do show) no final. Como de costume, o material não informou nenhuma das novidades que a Apple pretende anunciar. Mas, o cronômetro animado, tipicamente usado em filmes, gera a expectativa de que um dos grandes lançamentos será o serviço de streaming de vídeo. Também se espera pela liberação do Apple News. O editor-chefe do site TechCrunch, Matthew Panzarino, publicou o gif e foto do convite na sua conta no Twitter.

Está não é a primeira vez que a Apple usa este slogan para divulgação de novidades. A companhia o usou pela primeira vez em 2006, para anunciar que começaria a oferecer filmes no iTunes. No mesmo evento, também foi relevado o iTV que, no seu lançamento, em 2007, foi renomeado para Apple TV.

Rumores de um evento no final do mês começaram em fevereiro. Uma reportagem do BuzzFeed informava que a Apple estava planejando um evento para 25 de março. As especulações também já diziam que a empresa iria lançar apenas serviços e não hardwares na ocasião. Mesmo assim, ainda há chances chance de anúncio antecipado de novos AirPods e iPads.

Dificuldades da empresa em fechar contratos para o Apple News

O serviço de notícias da Apple pretende oferecer um pacote estilo Netflix para assinatura de revistas e jornais. No entanto, uma reportagem do The Wall Street Journal indicou que a Apple estava tendo problemas com as negociações com os veículos de imprensa. Isso porque, nos termos de contrato da Apple, ela tomaria cerca de metade da receita obtida pelo serviço e dividiria o restante entre as publicações, com base na quantidade de tempo que os visitantes passaram lendo matérias. 

O serviço de streaming de vídeos da Apple

Já a plataforma de assinatura de vídeos da Apple vai contar com programas de TV e filmes originais, além da possibilidade de inscrição em canais adicionais. De acordo com a Bloomberg, o serviço poderá ser acessado por um aplicativo de TV que será pré-instalado em dispositivos da marca, como iPhone, iPad e Apple TV. Também é possível que o serviço seja ampliado para aparelhos de marcas diferentes, com o objetivo de aumentar a audiência.

Apple Streaming lançamento
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você