Apple libera o Safari 14 para os macOS Catalina e Mojave

Com um design aprimorado e mais segurança, o navegador foi disponibilizado antes do lançamento do novo macOS, Big Sur

Renato Mota 17/09/2020 13h09
Apple Safari 14
A A A

Enquanto Big Sur - a nova versão do macOS - não chega, a Apple liberou o Safari 14 para computadores que rodam o Catalina (10.15) e o Mojave (10.14). O navegador ganhou abas melhoradas, novo recurso de relatório de privacidade e mais opções de personalização para a página inicial.


Para baixá-lo, o usuário deve clicar "Atualização de Software" na aba "Preferências do Sistema". Alguns dos novos recursos, como suporte para vídeo 4K HDR e a ferramenta de tradução integrado do navegador, exigem que o macOS Big Sur esteja sendo executado – e por isso não estarão disponíveis agora.

A Apple promete um desempenho 50% melhor no seu navegador do que o concorrente Chrome, do Google, além de uma otimização no consumo de energia que podem representar até três horas a mais de reprodução de vídeos ou uma hora de navegação e notebook. O novo design adicionou uma barra que comporta mais abas simultaneamente, além de  Favicons (pequenos ícones característicos para cada site) e a visualização de uma prévia das páginas.

Apple/Divulgação

As abas no Safari foram redesenhadas para exibir mais delas na tela, mostrar favicons por padrão e fornecer uma visualização de uma página da web passando o mouse sobre a guia. Imagem: Apple/Divulgação

A página principal pode ser personalizada com uma imagem de fundo e seções de Favoritos, Lista de Leitura, Abas do iCloud e até um relatório de privacidade. Uma nova categoria na App Store mostra as extensões do Safari com destaques editoriais e rankings.

Segurança

O Safari 14 conta ainda um novo recurso para informar usuários sobre a atividade de rastreadores de sites. Os "web trackers" permitem que companhias coletem o registro de páginas da web visitadas pelo usuário. Elas utilizam essa informação para segmentar campanhas de publicidade e direcionar anúncios aos usuários.

A partir da nova atualização, o browser da Apple fornece relatórios de todos os rastreadores identificados pelo navegador durante períodos de 30 dias. O recurso também deve informar de quais sites os programas de monitoramento são originados. A ideia é que o usuário possa ter consciência de quantos rastreadores acompanham seus movimentos na internet e como essas ferramentas se comportam.

Apple/Divulgação

Um novo Relatório de Privacidade no Safari 14 oferece maior visibilidade sobre como o browser protege a atividade do usuário na web. Imagem: Apple/Divulgação

O Safari 14 também monitora as senhas do usuário e alerta se qualquer senha salva que possa estar associada a uma violação de dados. "Caso uma violação seja descoberta, o Safari ajuda a atualizar suas senhas e até gera senhas seguras automaticamente. Seus dados continuam protegidos. O Safari não revela as informações das suas senhas para ninguém — nem mesmo para a Apple", garante a empresa.

Via: The Verge

Navegadores Apple Safari macOS macos catalina navegador
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você