Safari

Apple vai aumentar segurança do Safari para sites que usam HTTPS

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 24/02/2020 11h45
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Apesar de tornar a navegação mais segura para o usuário, o plano pode ter consequências indesejadas

A Apple anunciou novas medidas para aumentar a segurança do Safari. A partir do dia 1º de setembro, o navegador só vai aceitar certificados HTTPS emitidos nos últimos 13 meses. Este certificado garante que a comunicação entre usuário e servidor é criptografada nas duas direções. Apesar de tornar a navegação mais segura para o usuário, o plano pode ter consequências indesejadas.


Alguns usuários alertaram nas redes sociais que a medida vai tornar os portais mais dependentes de serviços de terceiros. No entanto, muitos sites hoje são hospedados em grandes portais na nuvem, como WordPress ou Wix. Nesses casos, a empresa de hospedagem é responsável pelos certificados, o que pode facilitar a vida de sites menores.

Para um navegador se conectar com um site do tipo, ele verifica se o portal possui o certificado válido, por meio de uma auditoria de terceiros que verifica a criptografia do site. Hoje, o Safari aceita certificados emitidos até 27 meses antes do acesso. Depois da atualização, o navegador vai avisar ao usuário que o certificado está desatualizado e irá desaconselhar a conexão com o site. 

Via: 9to5Mac

Navegadores Apple Safari Mobile Safari criptografia
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você