Argélia bloqueia redes sociais para impedir que alunos colem em prova

Autoridades da Argelia impediram o acesso às redes sociais Facebook e Twitter no último domingo, 19 de junho. O motivo do bloqueio foi a realização de provas dos exames finais do ensino médio (baccalaureate), que ocorreu no dia. Dezenas de milhares de estudantes fizeram as provas no domingo.

Segundo a Reuters, as redes sociais foram bloqueadas para impedir o vazamento das questões que cairiam na prova. Parte das provas já havia vazado na internet neste ano, o que desencadeou uma investigação que já prendeu dúzias de pessoas, incluindo funcionários de escritórios e gráficas do escritório nacional de educação da Argélia. 

O desligamento afetaria apenas as redes sociais, mas algumas pessoas comentaram que o acesso à internet por meio de redes móveis também estava comprometido. A imprensa estatal do país confirmou que a realização das provas foi o motivo do bloqueio das redes. "Isso é para proteger os estudantes da publicação de gabaritos falsos para essas provas", disse uma fonte oficial da educação do país.

Com o fim dos exames, o acesso às redes foi reestabelecido. Embora trate-se de uma medida bastante intensa, outros países já tomaram atitudes ainda mais radicais por ocasião de provas escolares. Cerca de um mês atrás, o Iraque chegou a desligar totalmente sua infraestrutura de internet para proteger o sigilo das informações de uma prova semelhante.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ