Samsung Galaxy S10

As diferenças entre Samsung Galaxy S10, Galaxy S10+ e S10e

Lucas Carvalho 20/02/2019 17h10
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Samsung anunciou nesta quarta-feira, 20, a nova linha Galaxy S10. São três modelos de smartphones que serão vendidos globalmente (uma quarta variante, com 5G, será lançada só na Coreia do Sul), ainda sem data de lançamento oficial no Brasil.


As três versões do Galaxy S10 representam três categorias bem estabelecidas no mercado de smartphones: o modelo de entrada, mais barato e mais econômico nas especificações; o intermediário; e o topo de linha, o mais caro e poderoso.

Pensando nisso, o Olhar Digital preparou um rápido guia para te mostrar quais são as diferenças entre as três principais versões do Galaxy S10. Veja abaixo um breve comparativo de especificações.

 

Galaxy S10

Galaxy S10+

Galaxy S10e

Tela:

6,1" Quad HD+ (550 ppi) SAMOLED curvo

6,4" Quad HD+ (438 ppi) SAMOLED curvo

5,8" Full HD+ (522 ppi) SAMOLED plano

Processador:

7 nm octa-core (2,8 GHz)

7 nm octa-core (2,8 GHz)

7 nm octa-core (2,8 GHz)

Memória RAM:

8 GB

8 GB / 12 GB

6 GB / 8 GB

Armazenamento:

128 GB / 512 GB

128 GB / 512 GB / 1 TB

128 GB / 256 GB

Câmera traseira:

12 MP + 12 MP + 16 MP

12 MP + 12 MP + 16 MP

12 MP + 16 MP

Câmera frontal:

10 MP

10 MP + 8 MP

10 MP

Bateria:

3.400 mAh

4.100 mAh

3.100 mAh

Sistema:

Android 9 Pie

Android 9 Pie

Android 9 Pie

Reprodução

O que os números significam

A ficha técnica desses smartphones é cheia de números, mas muitos deles não contam a história completa a respeito de cada componente. Vamos, então, detalhar o que cada especificação significa e como um usuário comum vai explorar cada uma no dia a dia.

Tela

O Galaxy S10e é o modelo mais simples e, por isso, tem a tela menor, de 5,8 polegadas. O Galaxy S10+ é mais poderoso e por isso tem a maior tela dos três, com 6,4 polegadas. Vale lembrar que essa medida é contada diagonalmente, de um canto a outro do display, e que os três têm a proporção de 19:9 - ou seja, são mais esticados na vertical.

O aparelho mais básico também parece ter a menor resolução (Full HD+, contra o Quad HD+ dos outros dois), mas como a tela é menor, a diferença é quase imperceptível. Na prática, o Galaxy S10e, embora mais modesto, exibe mais pixels por polegada do que o seu irmão mais poderoso, o S10+.

Outra diferença é o formato da tela. O S10e tem um display plano, enquanto os outros dois têm leves curvas nas laterais que fazem aquele efeito de “tela infinita” que a Samsung gosta de promover. Todos eles usam a tecnologia Super AMOLED, que ajuda a economizar bateria ao desligar os pixels das imagens pretas e tende a exibir cores mais quentes e vibrantes.

Processador

A Samsung disse que, dependendo do mercado onde cada celular for lançado, o processador será um pouco diferente. Mas para todos eles foram feitos apenas duas variantes: um chip de 7 nanômetros e outro de 8 nanômetros, ambos de oito núcleos.

O processador mais denso, de 7 nm, possui núcleos voltados a tarefas mais pesadas com velocidade de 2,8 GHz; outros núcleos para tarefas menos pesadas, de 2,4 GHz; e outros para as tarefas mais básicas, de 1,7 GHz.

Já o processador de 8 nm tem núcleos de 2,7 GHz (máximo), de 2,3 GHz e de 1,9 GHz. A Samsung não detalhou qual é o modelo exato de cada processador, mas sabe-se que um é o Snapdragon 855, da Qualcomm, e o outro é o Exynos 9820, feito pela própria Samsung.

Memória e armazenamento

A Samsung não economizou em memória nessa nova geração da linha Galaxy S. O celular mais básico tem 6 GB de RAM e o mais poderoso chega a vir com 12 GB - mais do que muito computador por aí. Essa memória serve para executar múltiplas tarefas ao mesmo tempo, incluindo funções do sistema operacional que o usuário nem vê.

Já em termos de armazenamento, a Samsung apostou no ineditismo e no exagero. O Galaxy S10+ é o primeiro celular do mundo com 1 TB de espaço interno, suficiente para guardar milhares de fotos, horas de vídeos, aplicativos e muitos jogos. Além disso, todos os aparelhos têm, no mínimo, 128 GB de memória.

Câmeras

Aqui o assunto é ainda mais complicado. Como você já deve saber, não é apenas o número de megapixels que define a qualidade de uma câmera de celular. O tamanho da abertura, o ângulo da lente, o sistema de estabilização e a função das múltiplas câmeras juntas também fazem diferença.

O Galaxy S10e é o único com câmera traseira dupla, e o Galaxy S10+ é o único com câmera frontal dupla. Os outros aparelhos têm câmera frontal única e câmera traseira tripla. Isso mesmo, são três câmeras trabalhando juntas.

A câmera tripla traseira do Galaxy S10 e do Galaxy S10+ é formada por dois sensores com estabilização óptica (para evitar fotos e vídeos tremidos) e um com estabilização digital. As três juntas permitem tirar fotos com zoom óptico de até 2x.

Isto significa que a câmera é capaz de se aproximar do objeto até duas vezes de forma "natural" sem começar a esticar digitalmente a imagem e sacrificar a resolução. Ou seja, mesmo usando zoom (até 2x), a qualidade permanece a mesma.

Além disso, as lentes têm ângulos diferentes. São duas de 12 MP, sendo uma teleobjetiva (que deixa a imagem mais "chapada" e captura menos conteúdo num só quadro) e a outra é grande-angular (wide-angle, capaz de capturar mais conteúdo num só quadro). Esta segunda câmera também vem com sistema de dupla abertura: f/1.5, para capturar mais luz em ambientes escuros; e f/2.4, mais fechada, para destacar os contrastes à luz do dia.

A terceira câmera é uma Ultra Wide, com ângulo de 123 graus, capaz de captar ainda mais conteúdo do que as outras duas. Apenas o Galaxy S10e não tem essa terceira câmera. Já a câmera frontal é uma simples grande-angular de generosos 10 MP.

No caso do Galaxy S10+, único modelo com câmera frontal dupla, a segunda câmera de selfies também possui ângulo ligeiramente mais aberto e serve para aplicar o famoso efeito de profundidade que deixa o plano de fundo das fotos borrado e o primeiro plano em destaque.

Bateria

Em termos de baterias, não há grandes surpresas aqui. O tamanho da célula de energia em cada celular muda de acordo com o tamanho da tela, um dos componentes que mais consome energia. Não tem segredo: o Galaxy S10e, que é o mais básico, tem também a menor bateria. E o S10+, mais poderoso, tem a maior bateria.


Samsung Galaxy
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você