Boeing 737 Max voltará a voar na American Airlines

Aeronave deverá ser recertificada junto à FAA no final desde ano, e voltar a voar no início de 2020

Rafael Rigues 11/10/2019 10h40
Boeing 737 Max 8
A A A

A American Airlines anunciou que irá voltar a voar com o Boeing 737 Max a partir de janeiro de 2020. Vôos com esta aeronave estavam suspensos em todo o mundo após dois acidentes fatais, em Outubro de 2018 e Março de 2019, que juntos causaram a morte de 346 pessoas. Os acidentes foram relacionados a software instalado nas aeronaves, o Maneuvering Characteristics Augmentation System, ou MCAS.


A Boeing deve recertificar a aeronave junto à FAA (agência de aviação do governo norte-americano) no final deste ano. Com isso, a American Airlines espera retomar os vôos ‘gradativamente’ a partir de 16 de Janeiro, e aumentar o número de aeronaves em operação ao longo dos meses de Janeiro e Fevereiro.

O MCAS é um software que deveria compensar algumas caracteristicas do design do 737 Max, mas em caso de danos a um sensor tinha a tendência de empurrar o nariz da aeronave para baixo, acreditando que ela estava em estol, o que a faria mergulhar. Muitos pilotos não haviam sido adequadamente treinados no sistema, e não sabiam como corrigir eventuais problemas que ele pudesse causar.

Ao todo existem 393 aeronaves Boeing 737 Max em operação no mundo. A American Airlines tem 24 unidades do modelo 737 Max 8, com mais 76 unidades encomendadas. No Brasil a Gol tem 6 unidades entregues e 135 encomendas.

Fonte: The Verge

Aviação avião Boeing 737 Max 8 aeronave 737 MAX Aeronáutica
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você