Câmera dupla: entenda o que um celular ganha com duas lentes

As câmeras duplas são uma moda nova no mercado de celulares, que o Olhar Digital já havia antecipado em 2016. O iPhone tem, o G6 tem, o Moto Z2 deverá ter e até o Moto G5S terá. Celulares que não chegam ao país como o OnePlus 5 e o Huawei Mate 9 também apostam na tecnologia.

Afinal de contas, qual é a vantagem de ter duas lentes traseiras no celular? Como isso contribui para sua foto? Antes de tudo, é necessário saber que existem várias tecnologias que utilizam sensores diferentes para criar uma mesma imagem.

Zoom óptico

O zoom de câmeras de celulares são historicamente ruins. O problema é simples: as lentes não são móveis, então não é possível realizar a aproximação da imagem. O zoom digital é, na prática, como colocar uma imagem no Photoshop, recortar uma parte da foto e ampliá-la, o que causa perda enorme de qualidade.

Com duas lentes, você tem a opção de ter um sensor dedicado a pegar imagens amplas e abertas e outro sensor fechado, com um zoom mais próximo. As câmeras de iPhone 7 Plus e do G6 trabalham assim.

Duas câmeras formam uma imagem

O iPhone 7 Plus se destaca um pouco da competição no mercado nacional, porque é o único que consegue fazer suas duas lentes trabalharem em conjunto com um propósito: o modo retrato da câmera. No exterior, o OnePlus 5 usa os sensores da mesma forma.

Este modo utiliza as duas lentes ao mesmo tempo para processar a cena em tempo real e destacar o objeto do plano de fundo, criando um desfoque muito bom no cenário. O uso das duas lentes, assim como nas imagens em 3D, permite que o celular tome conhecimento da profundidade da imagem, o que permite borrar o que está ao redor do motivo da fotografia.

Melhores resultados em situação de baixa luz

Outra aplicação das duas lentes deve ser vista no Moto G5S e já foi aplicada no Huawei Mate 9. Uma das lentes capturará apenas imagens em escala de cinza. Isso significa que o sensor só servirá para fotos em preto e branco que ficam lindas no Instagram? Não, nem de longe.

A ideia também é usar as duas lentes em conjunto para criar uma imagem mais complexa. O sensor monocromático é mais eficiente para capturar detalhes e a luminosidade, enquanto o sensor colorido, obviamente, fica responsável por registrar as cores. Ao fazer duas imagens ao mesmo tempo, é possível processá-las em uma só, permitindo menos ruído em situações de pouca luz e imagens mais detalhadas.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ