chris daniels

Chefe do WhatsApp deixa o Facebook após anúncio de reorganização da empresa

Renato Santino 14/03/2019 21h20
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Executivo deixa a companhia acompanhado de Chris Cox, diretor de produto do Facebook

Na semana passada, Mark Zuckerberg anunciou um projeto de reestruturação do Facebook voltado para privacidade e criptografia em aplicativos de mensagens como o WhatsApp, e os primeiros passos parecem ter sido dados nesta quinta-feira, 14. Dois dos principais executivos da empresa deixarão a companhia como parte deste processo de reorganização.


O mais importante deles é Chris Cox, que ocupava a posição de diretor de produto dentro do Facebook. Nesta posição, todos os chefes dos aplicativos mais importantes do Facebook, como o WhatsApp e o Instagram e até mesmo o próprio Facebook, respondiam diretamente para ele. Seu cargo era tão importante que ele já chegou a ser considerado “a pessoa mais importante na empresa que não se chama Mark Zuckerberg” e frequentemente era apontado como um provável sucessor para o posto de CEO caso o fundador saísse.

Ao que tudo indica, Cox não ficou exatamente satisfeito com os novos rumos do Facebook, como deixou transparecer em um comunicado. Uma nota publicada em sua página diz que “este será um grande projeto e vamos precisar de líderes que estão empolgados em seguir nesta direção”, indicando que ele provavelmente não é uma das pessoas empolgadas com o projeto. Oficialmente, no entanto, não há uma explicação para seu desligamento; também não há planos para substitui-lo: a partir de agora, todos os líderes se reportarão diretamente a Mark Zuckerberg.

O segundo executivo a deixar o alto escalão do Facebook é Chris Daniels, que ocupava o posto de líder da divisão do WhatsApp (e que, portanto, respondia diretamente a Chris Cox). Ele havia assumido o cargo em maio do ano passado, ocupando o posto que havia deixado vago com a saída de Jan Koum, um dos fundadores do aplicativo. Antes disso, ele gerenciava o projeto Internet.org, que visava levar conectividade a áreas pobres e remotas do mundo.

Não houve um comunicado público de Daniels sobre sua saída, mas é fato que o WhatsApp será chave da nova estratégia do Facebook. O aplicativo é o mensageiro mais popular do mundo e, se essa realmente for a rota que Zuckerberg vai tomar, ele precisa de alguém alinhado à sua visão no comando do app. No passado, os rumores apontaram que Jan Koum deixou este cargo justamente por discordar do rumo que o aplicativo estava seguindo, justamente porque o Facebook começava a se impor cada vez mais sobre as decisões do WhatsApp em pontos cruciais como a criptografia, privacidade e publicidade.

O cargo de Daniels, ao contrário do de Cox, será ocupado por uma outra pessoa: Will Cathcart, que atualmente ocupa o posto de chefe da rede social Facebook, agora será responsável pelo WhatsApp. A dança das cadeiras fica completa com Fidji Simo, que hoje é responsável pela área de vídeo da plataforma, assumindo a direção da rede social.

Facebook Whatsapp
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você