Cientistas querem criar inteligência artificial que explique decisões tomadas

Um projeto ligado ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos quer criar inteligências artificiais mais espertas do que as atuais. Além de tomar decisões por conta própria, as AIs idealizadas pela DARPA também vão ser capazes de explicar o que foi considerado antes de chegar à decisão tomada.

A nova inteligência artificial faz parte de um programa chamado Artificial Intelligence Explorarion, que visa criar uma AI de "terceira onda" com capacidade de adaptação contextual e também de explicar decisões tomadas de uma maneira que faça sentido.

O que o projeto da DARPA visa criar é uma inteligência artificial que não apenas identifique corretamente um gato em uma imagem, por exemplo, mas que explique que chegou a essa conclusão ao detectar pelos, garras e bigode em um formato familiar de gato.

A "terceira onda" de inteligência artificial é como os pesquisadores chamam IAs autônomas que consigam aprender sem auxílio humano. Atualmente, cientistas dizem que vivemos a "segunda onda" de AI, com aprendizado supervisionado de máquina que rende recursos como reconhecimento de fala e imagem, tradução automática e mais. A "primeira onda" começou nos anos 1960 com a criação de softwares e algoritmos que solucionassem problemas específicos.

Apesar de ainda vivermos a "segunda onda", a DARPA quer acelerar a chegada das novas inteligências artificiais. A ideia é criar processos que levem cientistas a projetos três meses após a obtenção de financiamento, com os primeiros resultados sendo observados cerca de 18 meses após o início do programa.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ