Lu Explica - Black friday compras e-commerce

Compra Fora: prós e contras de usar o novo site de importação dos Correios

Camila Rinaldi, editado por Daniel Junqueira 29/01/2019 19h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Os Correios lançaram hoje, em parceria com a operadora de cartão de crédito Visa (mas válido também para outras bandeiras), a própria plataforma de importação. Chamado de “Compra Fora”, o serviço permite realizar uma compra online nos Estados Unidos e receber a encomenda no Brasil. Mas até que ponto vale a pena usar a nova plataforma de importação dos Correios?


Sobre a plataforma

De acordo com as informações enviadas pela assessoria de imprensa da estatal, o objetivo do Compra Fora é oferecer aos brasileiros a chance de comprar produtos que não são comercializados no país: “A solução permite o envio de produtos adquiridos online em lojas americanas que não vendem ou não enviam seus produtos ao Brasil”.

Durante o evento de lançamento da plataforma, foi explicado que o Compra Fora conta com um parceiro nos EUA, que gera um endereço para a entrega das encomendas realizadas no e-commerce daquele país, as recebe e, em seguida, faz a preparação do despacho postal e, depois, faz a remessa para o Brasil.

Quando a compra chega ao Brasil, ainda passa pelo “desembaraço facilitado”, segundo representante dos Correios, isso é o que diferencia este novo serviço da compra de produtos da China, pois os produtos que chegam da Ásia, de acordo com os Correios, “não têm o pré-preenchimento de toda a papelada do desembaraço”. E isso facilitaria e agilizaria o processo de importação de produtos dos EUA.

-> Como rastrear encomendas no site e aplicativos dos Correios

O serviço não é uma novidade

Na realidade, o fato de existir um intermediário entre a remessa dos EUA para o Brasil não é uma novidade, pois existem outras empresas que fazem este tipo de serviço no país, basta fazer uma busca no Google. O que os Correios fazem, no entanto, é gerar todo o cálculo de tributos e taxas de importação, na tentativa de evitar que o produto seja devolvido ao remetente.

Além disso, estipula alguns limites que constam na Lei de Importação e que facilitam a vida daqueles que não se importam em pagar um pouco mais, mas pesquisar menos.

Como eu moro na Alemanha, muitos amigos e familiares me pedem para comprar produtos em Berlim e enviar a encomenda via Correios. Contudo, a minha resposta é sempre a mesma: não! O motivo disso é que para enviar um produto, especialmente eletrônicos, da Alemanha para o Brasil, é preciso preencher uma papelada e, sempre, adicionar o valor do produto. Assim, quando a encomenda chega ao Brasil, ela será taxada. E isso, na minha opinião, não vale a pena. Abaixo, explico o porquê disso.

Simulação de compra

Como disse acima, a ideia principal dos Correios com esta plataforma é oferecer a possibilidade de compra de produtos que não são comercializados no Brasil. Contudo, de acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, não existe restrição para a utilização do serviço na importação de produtos também disponíveis no varejo nacional.

Contudo, neste artigo, optei por simular a compra de um Google Pixel 3 XL que se encaixaria perfeitamente no processo de compras no Compra Fora.

O smartphone mais potente do Google, que não é vendido no Brasil, pode ser encontrado na loja do Google por 899 dólares e, de acordo com a simulação no Compra Fora, o valor total em reais, com taxas de entrega e impostos sobre importação, custaria aproximadamente 5.549,00, para entrega em São Paulo. Este valor é calculado em cima da cotação do dia de hoje e sem a soma de IOF. Lembrando que, caso a Receita Federal assim entenda, poderia cobrar taxas extras sobre o produto no momento do desembaraço.

Reprodução

O mesmo aparelho, comprado nas Lojas Americanas, custaria hoje R$5.559,00, sem imposto sobre importação ou IOF, com frete de R$75,00 para São Paulo (varia conforme o CEP).

Mais do que isso: pesquisando, é possível encontrar empresas que oferecem trazer o aparelho como bagagem de viagem e você pagaria um pouco mais do que apenas o valor do aparelho. Em outras palavras, neste caso, não valeria a pena comprar o aparelho.

Preste atenção seção de perguntas frequentes do Compra Fora

Antes de usar o serviço do Compra Fora, recomendo dar uma olhada na página de perguntas frequentes da plataforma. Desta forma, você evita surpresas futuras. Aqui, separei pelo menos cinco pontos para dar uma lida antes de realizar uma compra:

  • Compras internacionais realizadas com cartão de crédito podem estar sujeitas a IOF. O valor será cobrado na fatura do cartão de crédito e não pelo Compra Fora.

  • A base de cálculo do Imposto de Importação considera o valor da mercadoria e do frete internacional.

  • Após o pagamento, é possível haver alguma cobrança adicional? Sim, é possível. Quando o pacote chegar ao Brasil, ele passará pelo processo de desembaraço aduaneiro, a Receita Federal do Brasil poderá arbitrar um valor diferente para o seu produto e, consequentemente, haverá alteração relativa à cobrança de impostos. Caso isso ocorra, você será comunicado e orientado a como proceder para realizar o pagamento adicional para receber seu produto.

  • O que acontece Caso eu não pague o valor adicional? Caso não haja o pagamento do adicional, os valores já pagos a título de Imposto de Importação – II e ICMS serão devolvidos. Os valores pagos referentes ao Despacho Postal e distribuição não serão ressarcidos. O pacote não será devolvido ao remetente. Para saber a destinação do pacote, favor entrar em contato com os Correios.

  • Se meu pacote for extraviado serei indenizado? Em caso de extravio, os pacotes standard poderão ser indenizados em até R$3.000,00. Já os pacotes express poderão ser indenizados em até R$10.000,00. Adicionalmente, eventuais impostos e serviços já pagos também poderão ser ressarcidos.

Para mais informações, acesse a página FAQ no Compra Fora.

Compra Fora: prós

  • Processo é realizado 100% online;

  • Expertise de segurança em pagamento digital da Visa;

  • Gera um endereço nos EUA para o envio de encomendas para o Brasil;

  • Cálculo rápido dos custos de serviços e impostos de importação;

  • Rastreio facilitado da encomenda.

Compra Fora: contras

  • Não faz o reembolso total dos pacotes extraviados;

  • Depois de realizado o pagamento dos impostos de importação, ainda assim, poderão haver custos adicionais quando a encomenda chegar ao país;

  • Não calcula previamente o valor do IOF da compra internacional;

  • Na maioria dos casos, o produto comprado no exterior não possui garantia e ou suporte técnico no Brasil.

Vale a pena usar a plataforma de importação dos Correios?

Depende! A compra de livros parece ser um excelente uso do Compra Fora, pois não são cobrados impostos sobre importação. Durante todas as simulações que fiz, mesmo livros no valor de 3 mil dólares (valor máximo de compra no site) podiam ser comprados pagando apenas o valor da mercadoria e o frete.

Reprodução

Importar eletrônicos que não são comercializados no país, tais como o Google Pixel 3 XL ou o OnePlus 6T, por exemplo, pode ser muito mais barato usando outras plataformas.

E aí, agora eu quero saber qual é a sua opinião sobre o Compra Fora dos Correios em parceria com a Visa?

Artigo atualizado às 18h, do dia 30 de dezembro: a assessoria de imprensa dos Correios confirmou a possibilidade de importação de produtos também comercializados no varejo nacional. Mais informações sobre o tema você confere clicando aqui.


correios compras online
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você