ondas eletromagnéticas, radiação, torre celular, 4g, 5g

Confira qual operadora tem a melhor cobertura de 3G e 4G no Brasil

Henrique Freitas, editado por Daniel Junqueira 27/08/2019 19h55
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pesquisa da OpenSignal mede a qualidade da conexão a redes móveis em municípios urbanos e rurais do país. TIM larga na frente, e Oi apresenta os piores resultados

Se você mora em um grande centro urbano e visitou uma pequena cidade rural do interior recentemente, deve ter notado uma diferença no sinal da rede móvel. Essa disparidade de qualidade da conexão 3G e 4G entre as zonas urbanas e rurais não é novidade no Brasil. E uma pesquisa da Opensignal, empresa especializada em medir desempenho de internet móvel, tratou de confirmar esta realidade.


O estudo, publicado nesta terça-feira (27), traz um levantamento com 1.080.679 celulares no país, durante o período do dia 1º de abril a 30 de junho. Os resultados apontam que a disponibilidade do sinal de 4G em municípios urbanos (75%) é quase duas vezes maior que aquele encontrado nas cidades rurais (41%).

Quando se adiciona o 3G na conta, essa diferença é bem menor: o acesso às redes tem taxa de sucesso de 90% nos municípios urbanos, contra 74% nos rurais. Veja no mapa abaixo:

Reprodução

A pesquisa se baseou nas definições do IBGE, que classificou as cidades como "urbanas", "intermediárias" ou "rurais" de acordo com sua topografia, localidade e densidade populacional. Nesse contexto, a OpenSignal analisou a disponibilidade de 3G e 4G por operadora no país. A ocorrência do sinal se deu de formas muito diferentes entre as empresas, como aponta o gráfico em seguida.

Reprodução

Essa disparidade entre as operadoras se reflete mais ainda quando o assunto é 4G. A rede da TIM teve a melhor avaliação, com conexão bem-sucedida nos municípios urbanos em 84% dos casos. Enquanto isso, os usuários da Oi só conseguiram acessar a rede de quarta geração em 64% das tentativas. 

Isso foi ainda mais extremo nos municípios rurais, onde os usuários da TIM desfrutaram de mais de 50% de disponibilidade 4G. A Oi, no outro extremo do ranking, só ofereceu alta conectividade em 14% das vezes. O mapa abaixo ilustra esse quadro:

Reprodução

Há espaço para melhorar

O relatório conclui que o Brasil está melhorando, mas ainda tem um longo caminho pela frente. O país continua atrás de vizinhos latinos como a República Dominicana e a Guatemala, em termos de disponibilidade da rede 4G. Ainda assim, é importante apontar que apenas Hong Kong, Japão, Holanda e Coreia do Sul conseguiram resultados de 90% em todas as suas operadoras móveis.

Nas cidades brasileiras, é possível acompanhar os primeiros impactos significativos do espectro de 700 MHz, que foi leiloado e está entrando online devido à transição da TV analógica para a TV digital. A Oi ainda não tem acesso a esse espectro, o que se reflete em suas pontuações de disponibilidade 4G notavelmente mais baixas. Mas a operadora ainda pode garantir uma licença para a banda, já que um segundo leilão deve ser realizado no início de 2020.

Fonte: OpenSignal

3G 4G Brasil Telecomunicações internet móvel telefonia móvel
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você