Conheça os novos processadores de baixo custo da Intel

A Intel não vive apenas de processadores Core. A empresa anunciou dois novos chips voltados para equipamentos de baixo custo: Pentium Silver e Celeron baseados na arquitetura Gemini Lake.

A Gemini Lake é a versão mais moderna da arquitetura da Intel para processadores de baixo custo com 14 nanômetros. A empresa promete desempenho até 58% mais rápido do que em outros processadores de baixo custo, mas não deu muitos detalhes sobre como eles devem chegar a isso.

Ao todo, a Intel anunciou seis processadores diferentes, sendo quatro processadores N para dispositivos móveis e dois J para desktops:

  • Pentium Silver N500, quad-core 1,1 GHz (até 2,7 GHz em burst)
  • Pentium Silver J5005, quad-core 1,5 GHz (até 2,8 GHz em burst)
  • Celeron N4100, quad-core 1,1 GHz (até 2,4 GHz em burst)
  • Celeron N4000, dual-core 1,1 GHz (até 2,6 GHz em burst)
  • Celeron J4105: quad-core 1,5 GHz (até 2,5 GHz em burst)
  • Celeron J4005: dual-core 2,0 GHz (até 2,7 GHz em burst)

O modo "burst" eleva o poder de processamento automaticamente quando a demanda é alta, em um processo similar ao modo boost dos processadores Core. É uma técnica que a Intel emprega para oferecer desempenho melhor em determinados momentos.

Em um momento em que a Microsoft começa a apostar em processadores ARM em dispositivos Windows 10, o sucesso da linha de entrada da Intel é fundamental para a empresa, que não conseguiu se firmar no mercado de processadores móveis e ainda tem nos chips para PCs uma parte muito importante dos seus negócios.

A expectativa é que os primeiros dispositivos que usem os novos processadores sejam lançados no começo de 2018, mas até agora nenhum aparelho com os chips foi anunciado.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ