Corte suspende banimento do WeChat nos EUA

Juiz de São Francisco suspendeu, temporariamente, o bloqueio

Wharrysson Lacerda 20/09/2020 12h09
wechat
A A A

Atendendo a um pedido impetrado por um grupo de usuários, um juiz da corte distrital de São Francisco, na Califórnia, suspendeu a ordem do presidente norte-americano, Donald Trump, que previa o banimento do aplicativo a partir deste domingo. Segundo a decisão, o grupo de usuários alega que o bloqueio vai contra a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos, que trata da liberdade de expressão. A decisão tem caráter temporário.

O grupo de usuários que entrou com pedido se chama WeChat Users Allied e, em sua alegação, afirma que o WeChat é um importante instrumento público de comunicação entre a comunidade chinesa que vive nos Estados Unidos e seus parentes e contatos em solo chinês.

O primeiro super App

O WeChat é um dos maiores aplicativos do mundo e pode ser considerado o primeiro "super app" que se tem notícia. Não apenas pela enorme base de usuários - estima-se que mais de 1,5 bilhão de pessoas usem o aplicativo; sua maioria esmagadora na China -, mas também pelo grande número de serviços concentrados por ele. Além de servir como comunicador instantâneo, o WeChat já processa, por exemplo, boa parte das transações financeiras da China, sendo responsável por pagamentos e recebimentos instantâneos de valores - algo que o WhatsApp articula fazer no futuro, mas cuja primeira tentativa, no Brasil, ainda está suspensa por ordem do Banco Central.

A guerra contra a China

O ordem executiva do governo Trump entraria em vigor no dia de hoje, com o banimento do WeChat e também do TikTok das lojas de aplicativos da Apple e Google. Além disso, os aplicativos perderiam o acesso a servidores localizados nos Estados Unidos, já que o tráfego de dados entre esses servidores e os aplicativos propriamente ditos seria paralisado. Na prática, ninguém mais poderia baixar os apps e, mesmo quem já os tem instalados no celular não conseguiria usar, já que os dados não poderiam circular.

Apesar de ser gigante por conta do mercado chinês, o WeChat tem uma base relativamente pequena nos Estados Unidos, com algo em torno de 3,3 milhões de usuários.

A decisão liminar da corte de São Francisco foi emitida na noite deste sábado, dia 19 de setembro, e vale apenas para o WeChat, e não para o TikTok que, por enquanto, deve mesmo ser bloqueado nos Estados Unidos a partir deste domingo, dia 20.

Aplicativos China wechat tiktok eua x china
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você