YouTube

Dicas ocultas para suicídio são descobertas em vídeos no YouTube Kids

Redação Olhar Digital 28/02/2019 08h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Informações perturbadoras escondidas em conteúdos da plataforma, infelizmente, não são novidade. YouTube garante que vai tomar providências

O grande volume de minutos carregados todos os dias no YouTube torna cada vez mais difícil o trabalho de controle do conteúdo compartilhado. Anteriormente, uma rede de pedófilos foi descoberta enviando material à versão do aplicativo para crianças, além de uma outra falha que recomendava vídeos conspiratórios aos pequenos. Infelizmente, os problemas não pararam por aí: agora, o YouTube Kids está contaminado com conteúdos que possuem instruções escondidas para suicídio.


O site Genbeta informou que as "dicas" de suicídio foram denunciadas pela pediatra Free N. Hess, a partir do seu site, o Pedimom. Ela relata que começou a assistir a desenhos animados com seu filho no canal enquanto tentava estancar um sangramento no nariz. Quando o vídeo passava dos quatro minutos de duração, ela observou um corte repentino para um clipe em que  um homem simulava cortar o próprio pulso: “Lembrem-se, crianças! De lado para chamar atenção, profundo para obter melhores resultados”, ele aconselha.

A mulher declarou ter ficado “perturbada, triste e desapontada”. Por outro lado, afirmou ter ficado aliviada por ter visto o vídeo com seus próprios olhos, para que pudesse tomar "atitudes apropriadas para proteger” sua família. Ela eliminou o aplicativo do YouTube Kids e proibiu sua utilização em casa.

Horas depois de ter denunciado o conteúdo, ele desapareceu do YouTUbe Kids. Infelizmente, porém, a questão não foi totalmente resolvida. Outros pais também encontraram mais vídeos de desenhos animados com a mesma cena no seu interior.

A pessoa que aparece na gravação dando orientações para cortar os pulsos é o youtuber Filthy Frank, dono de um canal com mais de seis milhões de inscritos e que reconhece ser “a encarnação de tudo que uma pessoa não deveria ser”. É uma prova de que existem indivíduos que incluem informação perturbadora em vídeos para crianças por prazer e diversão.

O Genbeta entrou em contato com o YouTube, e um representante assegurou que “apreciam os feedbacks” e que levam-nos muito a sério: "Agradecemos as pessoas que nos notificam sobre conteúdo problemático e possibilitamos que qualquer pessoa marque um vídeo impróprio. Eles são verificados manualmente 24 horas por dia, 7 dias por semana, e os vídeos que não pertencem ao aplicativo são excluídos."

Além disso, a nota garante trabalhar para fornecer um conteúdo apropriado para as famílias: "Também estamos investindo em novos controles para pais, incluindo a capacidade de selecionar manualmente vídeos e canais no aplicativo. Estamos fazendo melhorias constantes em nossos sistemas e reconhecemos que há mais trabalho a ser feito."

Fonte: Pedimom.com / Via Genbeta

Youtube Vídeo crianças
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você