Weletric

Dispositivo que promete economia na conta de luz pode estragar aparelhos

Luiz Nogueira, editado por Daniel Junqueira 30/09/2019 11h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O Weletric faz com que a energia elétrica entregue aos dispositivos seja menor do que a necessária para ele funcionar

Um aparelho, que promete uma economia de energia de até 30% em qualquer dispositivo no final do mês, está se tornando bastante popular na internet. Mesmo sendo uma ideia bastante tentadora, ele pode apresentar mais riscos do que vantagens em seu uso.


O dispositivo, chamado Weletric, é colocado diretamente na tomada e possui uma entrada para que o aparelho seja plugado diretamente nele. De acordo com a descrição de seu site, o aparelho “fornece apenas a energia necessária para que seu equipamento funcione sem haver desperdício”.

O Weletric, de fato, traz uma economia de energia para o usuário, mas porque ele entrega uma potência menor do que a necessária para o aparelho funcionar. Por exemplo, uma lâmpada de 100W recebe apenas 80W durante seu uso.

A rede elétrica no Brasil, que pode ser de 127 ou 220 volts, apresenta uma característica, que é a frequência, uma vez que o sistema elétrico utiliza a chamada corrente alternada. Esse tipo de corrente funciona em ciclos, que pode ser representado graficamente por ondas senoidais.

A frequência presente nas correntes elétricas se refere a essas ondas. O sistema elétrico do Brasil usa frequências que chegam a 60 Hz. O papel do Weletric é usar as pequenas deformações que essas ondas apresentam para limitar o consumo de energia.

O problema é que, o aparelho contribui para a criação de ondas harmônicas de energia elétrica. Essas correntes harmônicas acabam se somando à corrente original, causando um aumento nos valores de tensão e corrente, o que faz com que a vida útil de aparelhos mais sensíveis a essas variações seja encurtada.

"Pela característica do equipamento, ele deve trabalhar com ajustes de fator de potência. Este procedimento, quando utilizado sem os devidos cálculos, pode danificar os equipamentos eletroeletrônicos conectados a ele ou até mesmo aumentar o custo da conta", explica o professor João Carlos Lopes Fernandes, do curso de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia.

Com isso, aparelhos que exigem mais potência, como geladeiras e ar-condicionados, podem não funcionar corretamente ou queimar devido às modificações feitas pelo Weletric.

De acordo com Fernandes, a melhor forma de economizar continua sendo a modificação dos hábitos de consumo. "Diminuir o tempo do banho, não deixar luzes acessas sem necessidade, usar lâmpadas de LED ao invés de incandescentes e otimizar o uso de equipamentos como máquina de lavar e ferro de passar são alguns exemplos de coisas que podem ajudar na redução."

Via: Uol

Economia Rede elétrica tomada energia elétrica
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você