E-título apresenta instabilidade no primeiro turno das eleições

Internautas usaram as redes sociais para reclamar sobre não-funcionamento do aplicativo, além de levantar

Da Redação, editado por Liliane Nakagawa 15/11/2020 13h11
e-título
A A A

Neste domingo (15), data marcada para o primeiro turno das eleições municipais, o aplicativo e-título, do TSE, apresentou instabilidade para milhares de eleitores. Em redes sociais, internautas reclamaram da impossibilidade de baixá-lo, fazer consultas na hora da votação ou acessá-lo para fazer a justificativa do voto.


De acordo com os técnicos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o problema com o e-título não está relacionado a nenhum ataque hacker, como alegou o CyberTeam, grupo que reivindicou a autoria de algumas ações ocorridas nas últimas semanas. Ao Olhar Digital, os hackers afirmaram ter realizado uma "sobrecarga diretamente no banco de dados" do TSE, provocando instabilidade nos sistemas do órgão e dos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais). 

De acordo com o TSE, a situação do serviço se deve ao excesso de usuários simultâneos na plataforma. Luís Barroso, presidente do Tribunal de Justiça Eleitoral, garantiu que "não houve ataque hacker bem-sucedido no dia de hoje". Ministro também mencionou que detectaram apenas uma tentiva de ataque, a qual foi "neutralizada". 

Em um aviso publicado nas redes sociais, o tribunal orientou que, caso tivesse alguma dificuldade para acessar o app, o eleitor tentasse fazer a operação novamente, depois de alguns minutos.

No Twitter, usuários compartilharam imagens dos problemas apresentados pela plataforma da justiça eleitoral. As reclamações foram, principalmente, de quem tentava justificar o voto. 

 

O Tribunal, por sua vez, tranquilizou os eleitores dizendo que, no caso da justificativa, o prazo é de 60 dias, posteriores ao dia do pleito, e alertou: “para justificar, é preciso estar fora do domicílio eleitoral e o aplicativo faz a verificação por georreferenciamento (localização)”.

Já para quem não conseguiu consultar a zona eleitoral, a indicação é acessar o site do Tribunal

CyberTeam assume ataque aos sistemas do Judiciário

Pelo Twitter, o grupo "CyberTeam" assumiu um ataque ao banco de dados do TSE, mas não afirmou de quando de eram os dados vazados ou quando o ataque foi realizado. "A segurança do TSE foi comprometida logo após ser anunciado que a segurança tinha sido reforçada devido ao ataque efetuado no STJ e nos outros domínios do Ministério da Justiça. Isso só prova que os gastos milionários do governo, não serviram para p* nenhuma", argumentou o grupo.

ReproduçãoUm grupo de hackers assumiu a autoria de um ataque aos sistemas da justiça federal. Foto: Aleksandar Malivuk/Shutterstock

Balanço do TSE

Segundo um balanço do tribunal, mais de 500 mil eleitores justificaram ausência no pleito por meio do aplicativo, que já soma 12,8 milhões de pessoas, conforme estatística do órgão.

O TSE também informou que cerca de 3.500 urnas foram substituídas por problemas técnicas, um número relativamente baixo quando comparado ao total de equipamentos que ultrapassa 400 mil unidades em todo o Brasil.

Os resultados das eleições municipais de 2020 começaram a ser divulgados a partir das 17h, pelo horário de Brasília, quando as seções eleitorais foram fechadas.

Fonte: TSE

TSE título de eleitor eleições 2020 instabilidade apuração
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você