Especialista dá dicas para proteger dados antes de vender seu celular

De acordo com Russ Ernst, executar a redefinição de fábrica e apagar todos os arquivos não são medidas suficientes

Henrique Freitas, editado por Liliane Nakagawa 22/10/2019 17h10
Pessoa usando smartphone
A A A

Os smartphones armazenam textos, e-mails, dados de contas bancárias e outras informações confidenciais que nem imaginamos, como registros de GPS. Quando trocamos nossos aparelhos ou vendemos um celular antigo, é de costume apagar todos os arquivos e reiniciar o telefone para o modo de definição de fábrica. No entanto, este processo está longe de ser suficiente para garantir a segurança dos seus conteúdos.


Executar a redefinição de fábrica é apenas um dos vários passos que o usuário precisa fazer para proteger seus dados ao vender o dispositivo. Quem dá a dica é Russ Ernst, vice-presidente executivo de produtos e tecnologia da Blannco, uma empresa especializada em sanitização de dados. "É uma bomba-relógio. Eventualmente, o dispositivo de alguém terminará nas mãos erradas", afirma.

Segundo Ernst, a redefinição de fábrica remove pistas de arquivos que contêm esses dados sensíveis, mas não os dados em si. "Qualquer pessoa pode usar ferramentas gratuitas de código aberto para inspecionar celulares e encontrar arquivos que não têm mais indicadores associados", explica o especialista. Os telefones não são igualmente vulneráveis, e os problemas diferem dependendo de variáveis, como fabricante, sistema operacional e operadora.

Como limpar o telefone (corretamente)

Para Ernst, a limpeza de um telefone deve ser um processo de três etapas:

  1. Apague seus dados
  2. Confirme se os dados foram apagados
  3. Obtenha um relatório sobre a exclusão dos arquivos

O profissional diz que os consumidores precisam exigir que os serviços que usam para comercializar seus telefones sigam este protocolo. É preciso perguntar "Como posso confiar que meu telefone está realmente livre de quaisquer dados?" antes de envolvê-lo em alguma negociação.

O especialista prevê um aumento no número de pessoas que desejam negociar seus aparelhos à medida que o 5G for amplamente adotado. Isso deve acontecer, de acordo com ele, porque os celulares serão mais caros e as pessoas terão que vender os aparelhos antigos para comprar os modelos mais recentes.

Fonte: Insider

Smartphones cibersegurança arquivos Celular Dados proteção de dados segurança cibernética
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você