Espera pelo iPhone X prejudica pré-venda do iPhone 8

Agora que as vendas do iPhone 8 já começaram, analistas deram início à divulgação de estudos sobre como anda a procura pelos celulares. Normalmente, isso geraria títulos indicando novas quebras de recorde, mas parece que não é o caso desta vez, e a culpa pode ser do iPhone X.

Na segunda-feira, 18, a KGI Securities publicou um relatório indicando que a demanda pela família iPhone 8 está devagar e sugeriu que isso esteja ocorrendo porque a Apple dividiu o público que geralmente compra seus produtos durante a pré-venda ao apresentar o iPhone X.

A evidência mais forte nesse sentido, reporta o 9to5Mac, aparece quando se analisa a previsão de entrega dos produtos. Geralmente, quem compra um iPhone nos primeiros dias só consegue botar as mãos no aparelho dentro de um período de três a seis semanas. Neste ano, o prazo caiu para de uma a duas semanas.

A mesma constatação já tinha sido feita por Gene Munster, da Loup Ventures, que coletou dados de várias versões do site da Apple pelo mundo e também percebeu que as previsões de entrega estão mais favoráveis — o que indica que tem menos gente comprando e, portanto, há estoque suficiente para atender à demanda.

Isso não significa necessariamente que a Apple venderá menos iPhones nesta temporada, já que é possível que a falta de interesse inicial seja compensada assim que o iPhone X começar a ser vendido, o que está previsto para ocorrer no fim de outubro.

A mesma KGI ainda notou outra anomalia, mas desta vez positiva: a demanda pelo Apple Watch Series 3, que vem com capacidade de acessar internet e fazer ligações de forma independente, está mais alta do que foi em anos anteriores. A previsão de entrega para os relógios, em média, é de três a quatro semanas.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ