Governo dos EUA alerta empresas sobre perigos de espionagem da China

Chefes de espionagem dos EUA usaram informações confidenciais para alertar os executivos de tecnologia sobre como fazer negócios com a China

Bruna Lima, editado por Camila Rinaldi 20/05/2019 10h40
EUA x China
A A A

Os chefes de inteligência dos EUA realizaram uma série de reuniões confidenciais com empresas americanas e executivos de tecnologia do Vale do Silício para avisá-los dos perigos de fazer negócios na China. Segundo o jornal Financial Times, esse seria mais um sinal da postura cada vez mais agressiva de Washington em relação ao comércio entre os dois países.


De acordo com aqueles que participaram, as sessões são projetadas para destacar os riscos do comércio com a China - especialmente a ameaça de ataques cibernéticos e roubo de propriedade intelectual. Dentre aqueles que ministram as conversas estão figuras de alto nível da comunidade de inteligência dos EUA, como Dan Coats, diretor de inteligência nacional.

Em uma declaração dada ao jornal, o senador republicano Marco Rubio - um dos políticos que organizou a ação - descreveu a lógica por trás dessas ações. "O governo chinês e o partido comunista representam a maior ameaça a longo prazo para a segurança econômica e nacional dos EUA", disse Rubio. "É importante que as empresas, universidades e organizações comerciais dos EUA compreendam plenamente essa ameaça".

As reuniões começaram a ser realizadas em outubro, e estão presentes em um contexto de piora nas relações comerciais entre os dois países e uma postura cada vez mais agressiva em relação ao país asiático por parte das comunidades policiais e de inteligência dos EUA. A intervenção mais significativa ocorreu na semana passada, com a Casa Branca anunciando que as empresas norte-americanas serão impedidas de comprar equipamentos de telecomunicações de determinadas empresas estrangeiras, incluindo a chinesa Huawei.

A administração Trump diz que essa proibição é necessária para combater a ameaça de vigilância e espionagem de equipamentos fabricados na China. A proibição pode ter um grande impacto nos consumidores do mundo todo, principalmente levando em conta que o Google não vai mais fornecer a versão completa do seu sistema operacional móvel Android para a Huawei.

 

Via: The Verge

Huawei EUA eua x china
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você